23 de setembro de 2018 - 15:56

Cidades

26/06/2018 10:18

Sinfra orienta população sobre alternativas de tráfego na MT-220 em Sinop

Após notificação do Governo, a Companhia Energética Sinop (UHE SINOP) apresentou solução para eliminar o congestionamento provocado pela utilização de balsas na travessia sobre o Rio Teles Pires.

 

Após notificação do Governo do Estado, a Companhia Energética Sinop (UHE SINOP) cumpriu determinação da Secretaria de Estado e Infraestrutura e Logística (Sinfra) e apresentou solução para eliminar o congestionamento provocado pela utilização de balsas na travessia de veículos sobre o Rio Teles Pires, ao longo da rodovia MT-220, na região de Sinop.

A usina firmou acordo com usuários da rodovia, sindicatos e produtores rurais e apresentou como alternativa o fracionamento das obras para elevar a ponte sobre o rio e viabilizou novas rotas para os motoristas. O acesso pela ponte ficará interditado até dia 30 de junho, já que os primeiros trabalhos foram iniciados.

Além de manter as balsas para travessias de veículos de carga e de pequeno porte sobre o Rio Teles Pires, a usina manterá outras balsas na MT-010 e MT-222, no Rio Verde. A alternativa atende diretamente os produtores da região, uma vez que o congestionamento aconteceu por conta dos inúmeros caminhões que trafegam pelo local, nesse período, para escoamento da safra.

Esses motoristas deverão acessar o desvio pela localidade chamada Vila Americana e entrar na MT-010. Em seguida, utilizarão, gratuitamente, a balsa para atravessar o Rio Verde. O custo do serviço de travessia será arcado pela usina. Já os usuários que precisam acessar a MT-242, seguirão pela MT-010, em Ipiranga do Norte. Os pedágios pagos no trajeto serão ressarcidos pela usina após apresentação das notas fiscais.

No período de 1º de julho a 08 de agosto a travessia voltará a ser feita, temporariamente, pela ponte do Rio Teles Pires, com rampas de acessos e velocidade limitada. A partir do dia 9 de agosto, a usina retomará as obras sobre a ponte no Rio Teles Pires, interditando novamente o acesso. Nesse período, as travessias voltarão a ser realizadas por balsas e, se necessário, serão implementadas novas medidas paliativas para manter o tráfego.

Autorização

Ao autorizar a interdição da ponte, que deverá ser erguida com cerca de 70 centímetros, pois o Rio Teles Pires vai represar a água da Usina Hidrelétrica Sinop, a Sinfra determinou expressamente que fosse assegurado o tráfego de veículos, com fluxo contínuo, interferindo o mínimo possível na rotina de quem passa pelo local. O que não ocorreu.

Diante da situação, e após avaliação técnica da equipe da Sinfra, o Governo do Estado notificou a usina para providenciar, em um prazo de 48 horas, meios para regularização do tráfego e eliminar o congestionamento provocado pela utilização de balsas para travessia de veículos sobre o Rio Teles Pires, ao longo da rodovia MT-220, na região de Sinop. A tendência é que o tráfego volte a normalidade com o tempo.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.