Coluna Social

Convite para evento no CRAS - Pedra 90

Saúde, Justiça Social, Cultura, Empoderamento e Emancipação Feminina. Arte.
Musicoterapia. Socialização. Terapias. Estes são os temas que o CIRANDA MULHER,
levará a comunidade do Pedra 90 e região, neste 4 de março de 2018 das 08 h:30 às 11
h:00 no CRAS. O Projeto acredita que a troca de experiência entre as mulheres vítimas
de violência e, o acesso a informação contribui no processo de autoconhecimento,
emancipação feminina e justiça social. Para a facilitadora Isis de Castro, moradora e
pesquisadora do Direito das Mulheres, o projeto é iniciativa que visa a democratização
e mesclagem da arte, da psicologia e da justiça para Mulheres do Pedra 90 e região.
No evento, acontecerá “O Defensoria Até Você”, com a participação da Defensora
Pública Rosana Leite, especialista em proteção ao direito da mulher e família; “A força
da Mulher” com a palestrante Esther Salomão; “Auto estima e Identidade” com a
psicóloga Marli Pegorini, O que sabemos sobre feminicídio? Palestra e Bate Papo
com Claudia Cristina Carvalho doutora em Educação-UFMT;
Além disso, “Musicoterapia” com Josilaine Virmieiro e Camila Kalix, “Samba de Roda”
com Érica Salles e Ísis Castro, “Exposição de Artes Plásticas” com Gilda Portella e Meg
Marinho e as Heroínas Negras do Coletivo Negro Universitário da UFMT.
 
Participam ainda, a Rádio Megapop, CRAS Pedra 90, Defensoria Pública e
voluntários multidisciplinares de: psicólogos, advogados, sociólogos, assistentes sociais
e psicoterapeutas que atenderão gratuitamente. 
A beleza do evento reside na sua essência em forma de Ciranda, que é um movimento
circular, união de pessoas, especialmente, por se tratar de um momento especial do
Dia das Mulheres, comemorado com arte, amor, dinâmica-terapia e justiça social.

Por amor encontrei a dor;

Por amor encontrei a dor;

A dor mostrou meu valor;

O valor só encontra quem procura;

E só em você está a cura.
Esquecer já me é possível

Pois, as marcas cicatrizam,

E os aprendizados solidificaram.

Renascer é o caminho para o amor se possível.

Só assim reconhecerás o par que te saiba valorizar.
Minha experiência compartilho comas mulheres em sofrimento,e, aguardo orando, pelo seu renascimento.

(Maria do Brasil)

 

 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo