19 de agosto de 2018 - 00:49

Educação

03/08/2015 16:14 g1mt

Servidores fazem greve em cidade de MT e deixam 23 mil alunos sem aula

Alunos da rede municipal de ensino de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, estão sem aula a partir desta segunda-feira (3). Professores e servidores da área de Educação deflagravam greve e o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Várzea Grande (Sintep-VG) estima que a paralisação tenha afetado 23,6 mil crianças e adolescentes na cidade.

A categoria alega que a prefeitura não teria cumprido acordos assinados nas paralisações anteriores. Um deles é a atualização do piso salarial de carreira em 13,66% para todos os educadores e, também, para os que ocupam cargos técnicos na rede educacional.

Reivindicam ainda reestruturação de carreira, pagamento das diferenças salariais dos anos anteriores, calendário de férias e licença prêmio. “Vamos seguir com a greve até que as nossas reivindicações sejam atendidas pela administração municipal. O reajuste salarial já havia sido proposto antes, mas a nova gestão não cumpriu”, declarou o presidente do Sintep-VG, Gilmar Soares.

A Secretaria Municipal de Educação informou que mantém o diálogo aberto com os profissionais e que já apresentou duas propostas, que foram rejeitadas pela categoria. Segundo a pasta, uma das propostas consiste na implantação do reajuste de 13,66%, em duas parcelas, sendo na folha de pagamento dos meses de agosto e setembro. Nesse caso, o reajuste se daria apenas para os professores. A outra seria parcela única de 8,5%, para todos os profissionais da Educação, na folha de pagamento do mês de agosto.

“Nós queremos o reajuste de 13,66% para todos os profissionais da área e vamos reivindicar isso”, pontuou o sindicalista. A secretaria informou ainda que aguarda ser notificada pelo Sintep de que a proposta apresentada foi recusada pelos grevistas. Na manhã desta segunda, os servidores realizaram um protesto em frente à Prefeitura de Várzea Grande. Com faixas e cartazes, os educadores cobraram o reajuste do Executivo municipal.

Atualmente o piso salarial de um professor de Várzea Grande é de R$ 1.055,00. Com o reajuste de 13,66%, o valor ficará equiparado ao do piso nacional que é de R$ 1.198,00. Já os outros profissionais da área recebem R$ 954,00.

Segundo o Sintep, a rede municipal tem 23.619 alunos, 3.500 profissionais da Educação entre servidores e professores, divididos em 84 escolas e Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI). O número de adesão de grevistas ainda não foi oficializado pelo sindicato e deverá ser divulgado.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.