Notícias

19/01/2018 13:21

Entidades definem próximos passos para implantação do projeto >Verde Novo>

Objetivo é plantar 300 mil árvores em Cuiabá para homenagear os 300 anos da capital

Juliana Carvalho | Sema-MT 

Secretário André Baby participa de reunião no Juvam - Foto por: Juliana Carvalho/Sema-MT
Secretário André Baby participa de reunião no Juvam
A | A

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), o Juizado Volante Ambiental e a ONG Instituto Ação Verde se reuniram nessa quinta-feira (18.01) para definir os próximos passos do projeto que visa plantar 300 mil árvores em Cuiabá. As entidades abraçaram o projeto ‘Verde Novo’ para presentear a capital pelos seus 300 anos que serão comemorados em abril de 2019.

O grupo se prepara para organizar um evento sobre o tema para que, a partir do debate com a população e especialistas da área, seja possível desenvolver materiais que orientem a população sobre como plantar árvores, espécies mais indicadas e orientações de poda.  Para o secretário de Estado de Meio Ambiente, André Baby, que também participa Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU), o projeto é essencial para o embelezamento da cidade e para o bem-estar e qualidade de vida da população.

Segundo o juiz titular do Juvam, Rodrigo Curvo, as ações ordenadas são necessárias para que a população abrace a causa. “A expectativa é que o projeto se torne um programa permanente na capital”, reforça o magistrado. O superintendente do Instituto Ação Verde, Vicente Falcão Filho, explica que o grupo também está mapeando todas as áreas que podem receber as árvores, desde espaços públicos como praças, escolas municipais e estaduais, até ambientes privados como estacionamentos.

Qualidade de vida

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda um mínimo de 12 m² de área verde por habitante e a ideal é de 36 m², cerca de três árvores, por morador. Segundo o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), Cuiabá possui apenas 40,1% do território arborizado, enquanto Goiânia, capital vizinha, possui um índice de arborização de 89,5%. O projeto também está em consonância com os 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), primando por uma vida saudável em cidades mais seguras, inclusivas, resilientes e sustentáveis.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo