15 de dezembro de 2018 - 09:01

Polícia

24/08/2018 19:58

Justiça deixa Jajah Neves inelegível e cassa mandato de irmão

O suplente de deputado estadual Jajah Neves está inelegível e seu irmão Ademar Jajah, vereador de Várzea Grande, teve o mandato cassado em decisão unânime do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), ocorrida no fim da tarde desta quarta-feira (22). Os dois são investigados pela distribuição de santinhos contendo a foto de ambos, induzindo o eleitor ao erro na disputa que elegeu Adermar Jajah.
Por seis votos a zero, os juízes entenderam que houve a fraude e decidiram pela cassação de Ademar Neves, eleito em 2016 com 2,4 mil votos, além de sua inelegibilidade. O seu irmão, Jajah Neves, que assumiu o mandato na Assembelia Legislativa por duas vezes no período de 2016 à 2018, também está inelegível.
Os juízes, além da fraude, também reconheceram abuso de poder político no caso, mas divergiram se houve o uso indevido de veículo de comunicação por parte dos irmãos.
A peça formulada pelo advogado Lenine Póvoas acusa Ademar Neves, dentre outras irregularidades, de fraude eleitoral, por utilizar material de campanha a imagem de seu irmão, o apresentador de TV e suplente de deputado estadual Jajah Neves, enquanto candidato na eleição de 2016.
A troca de imagens, segundo a denúncia foram feitas em santinhos espalhados em escolas municipais que abrigavam seções eleitorais, no dia 2 de outubro, dia da eleição naquele ano.
Com a cassação do vereador, o primeiro suplente Joaquim Antunes (PSDB) deve ser chamado para assumir o cargo nos próximos dias.
Outro lado
A repotagem tentou entrar em contato com Jajah Neves, mas até o momento não conseguiu falar com o suplente. 

Fonte : Olhar Direto


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.