28 de janeiro de 2020 - 22:04

Polícia

11/01/2020 06:51

Sesp deflagra operação no Norte do Estado e prende três pessoas

Mandados de busca e apreensão e três prisões, sendo duas por homicídio, foram cumpridos em dois dias da “Operação Salutem”, deflagrada nesta quinta-feira (10.01), na Região Integrada de Segurança Pública (Risp), de Sinop (a 505 km ao Norte de Cuiabá) contemplando também as cidades de Tapurah, Itanhangá, Feliz Natal, Sorriso, Nova Ubiratã, União do Sul, Santa Carmem, Cláudia, Ipiranga do Norte e Vera.

O trabalho integrado das equipes visa o cumprimento de mandados judiciais, bloqueio policial com abordagens a pessoas e veículos, saturação em áreas críticas conforme mapeamento criminal, Lei Seca, vistoria em estabelecimentos comerciais e barreira policial em áreas rurais.

A primeira prisão aconteceu após o suspeito foi abordado por atitude suspeita e, durante checagem via sistema nacional, foi constatado o mandado de prisão. O segundo e terceiro suspeitos foram presos por acusação de crimes de homicídios. 

Segundo o comandante da regional, coronel PM Wesney Sodré, a operação é importante para cumprir mandados contra pessoas autoras de delitos criminais na região.

“Estamos retirando de circulação criminosos de alta periculosidade, aumentando a presença física dos policias nas ruas, promovendo a sensação de segurança e a paz social, que certamente contribuirá para a redução dos indicadores criminais, que é nosso objetivo, mantendo sob controle a violência urbana e rural”, afirma.

Também nos dois dias de operação, cinco pessoas foram conduzidas para a delegacia, sendo dois por mandado de prisão em aberto por homicídio, um por desacato, um por posse de entorpecente e um por tráfico, posse ilegal de arma de fogo.

O delegado regional de Sinop, Douglas Turíbio, afirma que o mandado expedido é referente a um homicídio doloso, ocorrido em 2015. Na ocasião, um dos suspeitos que teve participação no crime, não havia sido encontrado. “Ele nunca havia sido localizado e nem procurou a justiça por intermédio de sua defesa. Foram várias tentativas de intimações frustradas”, frisa. 

O primeiro suspeito foi abordado por atitude suspeita e após checagem foi constatado o mandado de prisão. O segundo e terceiro suspeitos foram presos por acusação de crime de homicídio. 

Participam da operação profissionais da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Sistema Penitenciário, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

(Sob supervisão de Hérica Teixeira)


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.