21 de setembro de 2020 - 10:08

Polícia

14/01/2020 19:02

Operação Salutem termina com 17 presos, drogas e armas apreendidas em Sinop

A Operação “Salutem”, (do latim segurança), deflagrada na última quinta-feira e que foi até sábado à noite, registrou 44 boletins de ocorrências, foram cumpridos 17 prisões por mandados judiciais, sendo que três foram de homicidas, 75 pessoas foram conduzidas a delegacia e duas armas foram apreendidas. Também houve apreensões de 2,3 quilos maconha, pasta base e cocaína, além de 199 adesivos de LSD.

Os policiais também apreenderam 49 veículos e recuperaram dois furtados. Foram aplicadas 106 notificações de trânsito. Os números foram divulgados, há pouco, no 3º Comando Regional de Sinop e compõe Sorriso, Cláudia, Feliz Natal, Santa Carmem, União do Sul, Vera, Ipiranga do Norte e Nova Ubiratã.

“A operação encerrou inclusive com uma operação Lei Seca, com resultados bastante expressivos. O foco e objetivo da operação nada mais é que levar a sensação de segurança para toda comunidade de Sinop e região e buscar incessantemente a redução dos índices criminais”, disse, em entrevista coletiva, o comandante regional da Polícia Militar coronel, Wesney de Castro Sodré.

Ele afirmou ainda que ,”em 2019, fechamos com resultados bastante positivos, reduzindo os indicadores em relação ao ano de 2018. Temos um ano de muito trabalho, então precisamos começar, realmente, com uma grande operação. As forças policiais de Sinop e região estão integradas e falam uma mesma língua que é fazer o enfrentamento firme e forte a onda de criminalidade”.

O delegado regional de Polícia Civil, Douglas Turíbio Schutze, expôs que as expectativas das forças de segurança foram alcançadas.  “Só tenho que enaltecer o trabalho que foi realizado. Estou chegando há pouco, pela terceira vez em Sinop, e tínhamos que dar início e esse trabalho efetivamente, foi o que aconteceu na semana que passou e vai ocorrer todo mês. Todo mês vamos tentar fazer exatamente o mesmo trabalho, coibir ações criminais na regional. O trabalho foi fantástico, o resultado foi muito bom, a gente só tem que elogiar o trabalho de todos que participaram”.

Somente em Sinop, três homicidas foram presos durante a operação. “Foi solicitado que fizesse uma análise criminal  do nosso município no sentido de fazer ações solicitando mandados de buscas,  partilhando e trocando informações com a Polícia Militar. A integração nos agrada porque acreditamos que nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos. Somente juntos contra aqueles que querem o mal do cidadão é que vamos conseguir um resultado favorável. A população pode contar tanto com a Polícia Militar quanto a Civil”, acrescentou o delegado municipal, Carlos Eduardo Muniz.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.