10 de dezembro de 2018 - 02:54

Saúde

06/08/2018 12:52

Usina Porto Seguro conclui obras de reparação em lagoa de acidente

As obras de reparação na lagoa de contenção, onde houve o vazamento de produto orgânico, no município de Jaciara, na última quinta-feira (26), foi concluída. Após o acidente, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) notificou a empresa a cumprir nove solicitações, entre adequações técnicas e apresentação de documentos. Do total, quatro já foram atendidas, outras quatro estão em fase final com mais de 70% das obras concluídas. Apenas uma permanece pendente aguardando retorno da Sema sobre análise de outorga de uso de recursos hídricos.

A notificação previa que a Usina utilizasse a vinhaça, produto orgânico proveniente da moagem da cana-de-açúcar fosse reutilizada na ferti-irrigação, as lagoas drenadas e limpas. A solicitação foi 100% atendida na unidade onde foi registrado o dano na estrutura que provocou o acidente. As demais têm quase 70% de todo o material reutilizado ou drenado.
Foram totalmente concluídas também a apresentação de novo projeto de contenção, que prevê - além do solicitado pela notificação - construção de duas novas e inutilização parcial daquela em que houve o acidente; destinação adequada dos Resíduos Sólidos; limpeza da área de lixão; e apresentação dos Alvarás de prevenção contra incêndio e pânico.
Estão em fase conclusiva a apresentação do plano de monitoramento dos cursos d'água afetados; estudo sobre extensão da contaminação do solo, subsolo e aquífero livre;  e de destinação e compostagem dos resíduos semi sólidos. Os três dependem de análise laboratorial, que devem ficar prontos ainda no começo desta semana.
A empresa tem monitorado a qualidade da água do Rio Tenente Amaral, índices de mortandade de peixes, impacto socioeconômico e danos ao ecoturismo. Em nenhum deles houve novos registros de anormalidades ou queixas. A empresa mantém canal aberto de comunicação com setores públicos e civis para garantir transparência de seus procedimentos e prestar esclarecimentos.
Preocupação com trabalhadores
Preocupada também com a saúde mental de seus 1,5 mil funcionários, não houve dispensa dos trabalhadores, com a finalidade de evitar danos à saúde mental deles, uma vez que casos de encerramento de atividades de usinas foram responsáveis por gerar traumas e danos sociais, ainda não reparados em sua totalidade, nos quatro municípios integrantes do Vale São Lourenço. Apenas a contratação de mão de obra sazonal, para a colheita de cana-de-açúcar deste ano, está suspensa.
Foram contratados mais de 50 novos equipamentos para acelerar reparos e obras de forma urgente, e uma equipe multidisciplinar formada por um agrônomo, um engenheiro florestal, dois biólogos e um geólogo para prestar consultoria especializada.
A Usina Porto Seguro espera a suspensão do embargo feito pela Sema, tendo em vista as medidas adotadas em tempo recorde e seu amplo comprometimento para reparar os danos causados, evitar novos acidentes, bem como sua importância para Jaciara (MT), e as demais cidades do Vale São Lourenço, por ser a maior geradora de emprego e fonte e renda da região.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.