12 de dezembro de 2018 - 00:42

Saúde

22/11/2018 13:12

Cuiabá emite alerta sobre febre amarela

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde do município de Cuiabá, faz um alerta a toda a população que nunca se vacinou contra a Febre Amarela. O aviso vale principalmente para pessoas que estão planejando viajar para o litoral e que não tenham tomado nenhuma dose de vacina contra a febre amarela. Essas pessoas devem receber uma dose da vacina até 10 dias antes da viagem.

A Vigilância em Saúde decidiu emitir este alerta diante da ocorrência de casos da doença no Estado de São Paulo, que somaram 502 pacientes apenas este ano, dentre os quais 175 vieram a óbito. “A Febre Amarela é uma doença que pode matar. Apesar de não termos casos humanos em Cuiabá, estamos fazendo este alerta porque no período de férias muitas pessoas viajam e aquelas que não foram imunizadas, especialmente as que viajarão para o litoral podem ser infectadas”, explicou Moema Blatt, gestora do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS).

Apesar do alerta, Moema esclareceu que aqueles que já foram imunizados pelo menos uma vez na vida não têm necessidade de receber a vacina novamente. “Não recomendamos tomar mais do que uma dose, pois podem ocorrer reações adversas, como dor de cabeça, febre e mal estar. Além de não ter nenhum benefício, receber mais do que uma dose de vacina contra esta doença é se expor desnecessariamente”, comentou.

Sobre a doença

A Febre Amarela é uma doença infecciosa febril aguda, de curta duração e gravidade variável, podendo ser fatal. É causada por um arbovírus transmitido por mosquitos e tem elevado potencial de disseminação, sobretudo em regiões de matas, pois nessas áreas o mosquito transmissor pode picar as pessoas, que caso não estejam vacinadas poderão adoecer. Os sintomas mais comuns são febre, náuseas, vômitos, dor de cabeça, calafrios, pele e olhos amarelados. Também podem ocorrer sangramentos pelo nariz, gengiva, estômago, intestino e urina, além da evolução para o óbito.

Uma única dose da vacina além do uso de repelentes contra mosquitos em áreas de matas são suficientes para evitar a febre amarela humana.


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.