23 de setembro de 2020 - 12:06

Saúde

28/03/2020 16:19

Como cuidar da saúde mental nesse momento

 A pandemia do coronavírus nos trouxe uma realidade inédita, o distanciamento social, que pode representar para muitas pessoas, uma ameaça não só à saúde física como  também ao bem-estar mental. Os transtornos provocados pela doença e pelos riscos de contaminação podem ser trabalhados a partir de medidas simples do dia a dia.

Um bom começo é lembrar que não é o primeiro desafio enfrentado no planeta Terra e que não estamos sozinhos, mas fazendo parte de uma estratégia comunitária que pode salvar muitas vidas. 

Algumas ações que se pode adotar para desenvolver o controle emocional neste momento difícil:

1)  Receba notícias e atualizações de fontes confiáveis - Em tempos de crise, notícias falsas e boatos podem provocar ainda mais estresse e medo desnecessários. Ao aceitar apenas informações de especialistas e médicos, podemos fazer a nossa parte para conter o pânico. 

2) Cuide do corpo - Pratique exercícios físicos e mantenha a alimentação saudável. Evite os exageros. Se perceba se estiver ansioso. 

3) Faça coisas que gosta - Ouvir música, um curso online, ler um livro, assistir filmes, pratique meditação para liberar a tensão. 

4) Pratique a resiliência - Olhe a situação de forma realista, sem pânico. Tente perceber o que pode aprender. 

5) Exercite a empatia - Converse com pessoas próximas e veja o que você pode fazer para ajudar. Ideias simples, como ajudar nas compras, diminuem o número de pessoas que precisam ser expostas. Ao fazer isso, você também fortalece suas conexões.

6) Aproveite para colocar coisas pessoais em ordem 

7) Estabeleça uma rotina - Tente fazer as coisas no mesmo horário, como o trabalho e autocuidado, se levante cedo, se arrume, se sinta bem com você, aprecie sua companhia. 

8) Peça ajuda se precisar - Se perceber que está sobrecarregado, ansioso ou depressivo busque ajuda com o médico, psicólogo, familiares e também junto ao Centro de Valorização da Vida (CVV) - número 188. 

 

Neste momento que podemos estar sozinhos, é um bom momento para conversar com parentes, amigos com quem você não conversa há muito tempo, através de e-mail, texto ou, melhor ainda, ligar e ouvir a voz das pessoas. Isso ajuda a quebrar a sensação de isolamento e de estar sozinho. E é preciso observar também os relacionamentos. Conversas pessimistas que provocam sentimentos depressivos não são as melhores escolhas neste momento.

Temos diversos grupos de auxilio de plantão psicológico online, por profissionais voluntários.Se com essas possibilidades de atividades você ainda assim se sentir angustiado, não hesite em buscar ajuda. 

Reflita que estar um pouco só pode não ser tão ruim, tendo alguns momentos para si mesmo, não transformando essa condição específica numa perspectiva de abandono. E é importante se manter conectado com outras pessoas, ainda que on-line. 

 Essa é uma reflexão para este período de quarentena, emeu desejo que possamos aprender uns com os outros, com afeto, respeito e acolhimento de nós mesmos e das nossas emoções, usando nossa criatividade e capacidade reflexiva para nos curarmos como indivíduos e como sociedade.   

Marli Pegorini

Psicóloga

 


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.