22 de abril de 2024 - 03:28

Brasil

25/01/2024 07:40

Principal evento de capoeira do país homenageia mestres mais antigos

Rede de Capoeira vai até do dia 27, no Centro Histórico de Salvador

Catorze mestres de capoeira de mais de 80 anos de idade são homenageados, nesta quarta (24), em Salvador (BA), na abertura de evento com a presença de representantes de todo o Brasil e de pelo menos 20 países. Eles participam do 5º Rede Capoeira, que vai até o dia 27 no Centro Histórico da cidade. O público tem acesso gratuito à programação.

Na programação do evento, o mais importante do gênero, haverá rodas de capoeira, oficinas, competições, shows e debates.  As atividades ocorrem em dois locais simbólicos: o Espaço Cultural da Barroquinha e o Mercado Modelo, com shows de Tonho Matéria, Gerônimo, Ganhadeiras de Itapuã e a banda Viola de Doze, assim como rodas de capoeiras com os mestres, oficina de berimbau, palestras e cortejo dos Filhos de Gandhy.

Ao longo dos quatro dias, estão previstos debates sobre temas relacionados ao futuro e às necessidades do setor junto a mestres, ativistas e artistas que propagam as tradições. Entre os convidados, a ministra da Cultura, Margareth Menezes, que participa das atividades de abertura. A pedagoga Mônica Beltrão, o neurocientista Sidarta Ribeiro e o escritor Jorge Columá também estarão no evento. 

Reconhecimento

Os 14 mestres octogenários brasileiros, que são os mais antigos do País, recebem, no evento, o reconhecimento como heróis nacionais e guardiões dos saberes, pelos serviços prestados à cultura nacional. Como prêmio simbólico, recebem a estatueta com uma escultura do Sankofa, um pássaro que representa a necessidade de conhecer o passado para desenvolver um futuro melhor, com a tradução literal do nome sendo “volte e pegue”.

Os homenageados são os mestres João Grande, Acordeon, Boca Rica, Brandão, Felipe de Santo Amaro, Olavo, Pelé da Bomba, Brasília, Virgílio, Cafuné, Carcará, Curió, o carioca Celso e Mestre Sombra.

O idealizador do evento, Mestre Sabiá, afirma que a capoeira tem um papel significativo na sociedade e está presente em locais com dificuldades sociais ou situações menos privilegiadas. “É possível encontrar um mestre de capoeira ocupando o papel de educador, sendo uma referência positiva para muitos jovens”, afirmou em divulgação do evento. Ele enfatiza que a atividade tem um valor pedagógico ao  trabalhar o equilíbrio, a musicalidade, a coordenação motora e o lado lúdico, principalmente na criança.

O Rede Capoeira é realizado pelo Projeto Mandinga e conta com patrocínio do Instituto Cultural Vale, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Prefeitura Municipal de Salvador.

Edição: Aline Leal

 
 

Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.