21 de junho de 2018 - 09:12

Cultura

Projeto Fluxo promove consultorias para negócios criativos.

A Secretaria de Estado de Cultura, por meio do Programa Mato Grosso Criativo, lança neste mês um novo projeto de consultorias para empreendedores e artistas do Estado, o Fluxo. Trata-se de uma nova ação que vai oferecer consultorias individuais prestadas por profissionais qualificados aos negócios criativos de Mato Grosso.

O projeto terá seis edições realizadas sempre na última semana de cada mês, começando na próxima semana, de 25 a 27 de junho, na galeria Lava Pés, em Cuiabá. Nessa primeira edição, as consultorias abordarão três temas: Elaboração de Projetos Culturais; Comunicação com Propósito – que vai orientar sobre planejamento estratégico para conseguir uma atuação eficiente nas redes sociais; e Minha Criatividade, meu Portfólio – que instruirá como fazer uma boa apresentação do produto ou serviço.

Todas as consultorias têm como objetivos ajudar o empreendedor da economia criativa a levantar as suas necessidades e a identificar as soluções, apresentando diagnósticos e recomendando ações, dentro do contexto. Contando com a parceria do Sebrae/MT, o projeto Fluxo vai oferecer um serviço de aconselhamento para fortalecer atitudes empreendedoras e gerar produtividade aos diversos segmentos da economia criativa no Estado.

“Fluxo é, sobretudo, aquilo que está em constante movimento, é o que se vê na arte, na tecnologia, no conhecimento, nos negócios e na vida, e o Mato Grosso Criativo é o programa que busca, sobretudo, estimular essa renovação nos negócios quotidianamente” explica o superintendente de desenvolvimento de economia criativa, Rafael Mazeto.

As inscrições são gratuitas e já estão sendo feitas pelo site www.sympla.com.br/matogrossocriativo. Serão 54 atendimentos de uma hora cada um, distribuídos nos três dias (25, 26 e 27 de junho). Como as vagas já foram preenchidas logo no início da liberação de inscrições, a equipe organizadora abriu vagas de reserva para os casos de desistência.

TEMAS DAS CONSULTORIAS

Elaboração de projetos culturais: tirar uma idéia do papel não é tarefa fácil. Ainda mais quando se trata de projetos culturais. Então que tal ter uma ajuda para tornar o seu projeto realidade?! Nessa consultoria você vai descobrir a como dar o “fluxo” certo para a sua idéia. Você receberá orientações para compreender as principais etapas de um bom projeto, que vai desde a interpretação do edital, passando por técnicas de como lapidar a sua idéia para que ela se torne competitiva, como escrever um bom objeto, justificativa, planejar o cronograma de execução, fazer planilha orçamentária, etc. e como captar recursos de fontes públicas e privadas. 

Comunicação com propósito: como já dizia o grande comunicador Chacrinha: “quem não comunica, se trumbica”. Comunicação é o processo de troca de uma informação onde exista pelo menos um emissor e um receptor. Mas você sabe como se comunicar nas mídias sociais? Nessa consultoria você entenderá como as mídias sociais funcionam, aprenderá como montar um planejamento estratégico para conseguir uma atuação eficiente nessas plataformas, analisar as métricas das publicações e conhecer ferramentas que auxiliam na criação de conteúdo.                   

Minha criatividade, meu portfólio: portfólio é uma vitrine que apresenta o potencial criativo de um profissional, evidenciando suas habilidades, qualificações, formação, experiência profissional e personalidade. Em resumo, ele representa o profissional e pode ser a porta de entrada para um novo emprego, fechar uma parceria ou viabilizar um projeto. Você sabe como montar um bom portfólio? Nessa consultoria você aprenderá a como fazer uma boa curadoria para apresentar o melhor do seu produto ou serviço, como organizar e montar uma apresentação de impacto para se vender, vender o seu produto ou serviço, como adaptar o portfólio para públicos distintos. Enfim, como mostrar o melhor de você. 

PROGRAMAÇÃO RESUMIDA

Segunda-feira (25/06)
Consultorias individuais – 13h às 19h (Galeria Lava Pés)
Temas: Elaboração de projetos culturais, comunicação com propósito e minha criatividade, meu portfólio.

Terça-feira (26/06)
Consultorias individuais – 9h às 12h e 13h às 19h (Galeria Lava Pés)
Temas: Elaboração de projetos culturais, comunicação com propósito e minha criatividade, meu portfólio.

Quarta-feira (27/06)
Consultorias individuais – 9h às 12h (Galeria Lava Pés)
Temas: Elaboração de projetos culturais, comunicação com propósito e minha criatividade, meu portfólio.

 

 

Campeonato de futebol amador de Mato Grosso tem 420 times na disputa.

O segundo maior campeonato de futebol amador do País, o Peladão Mato-grossense, chega à sua 11º edição em 2018. A abertura do evento ocorreu na noite de sexta-feira (15) no ginásio Aecim Tocantins, na Capital. Na ocasião foram apresentadas as cerca de 50 candidatas à Rainha do Peladão que representam times da competição, e divulgada a tabela dos 420 times de todo o estado que disputarão a premiação deste ano.

O presidente da equipe Novo Horizonte, Joarez José da Silva, que foi campeão da disputa do ano passado, conta que há um envolvimento de todos da comunidade na preparação para o grande campeonato. Na expectativa de um bom desempenho, os participantes da equipe se reúnem todos os domingos para bater bola e confraternizar.

“É um sonho participar de um campeonato de mais de 400 equipes, olhando o tamanho do nosso bairro, um bairro pequeno, mas que todos são apaixonados por futebol. Ser campeão do Peladão para nós é melhor que ser campeão da Copa do Mundo”, conta o presidente do time, ansioso para buscar o bicampeonato.

Conforme o organizador do campeonato, Tiego Kiesque Poli, o evento reunirá  420 equipes de 14 municípios. Nesta edição, o campeonato começa no dia 23 de junho e a final está marcada para 17 de novembro. “A cada ano que passa o Peladão vem aumentando o numero de equipes e de municípios graças a parceria de sucesso com o Governo, e de uma emenda do deputado Wilson Santos, e alguns apoiadores. A após um longo inverno parado, há três anos retomamos o projeto”, explica o organizador.

A competição é apoiada pelo terceiro ano seguido pelo Governo de Mato Grosso. Nesta edição, a contrapartida é R$ 120 mil da Seduc, e o repasse de emenda parlamentar na ordem de R$ 250 mil. Criado em 2005, o campeonato passou quatro anos parado até retornar em 2015. 

O secretário adjunto de Política Educacional da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), Edinaldo Gomes de Souza, destacou que o Governo tem sido um grande incentivador do esporte amador, especialmente do futebol.

“Foi criada uma parceria entre o Governo e a Assembleia Legislativa, que juntos proporcionam para o estado o maior evento esportivo amador da região Centro-Oeste, o que prova que além do incentivo ao esporte profissional, o Governo também tem dado atenção ao esporte amador”, ressalta.

No ano passado, foi arrecadado com o evento 14 toneladas de alimentos não-perecíveis, e em 2018, apenas na inscrição foram mais de 10 toneladas. A expectativa desta edição é bater a marca de 20 toneladas de alimentos para destinação a instituições de caridade.

A premiação será uma caminhonete no valor de R$ 90 mil para o líder do campeonato, para o 2º colocado um carro no valor de R$ 35 mil. Já para o 3º lugar uma moto no valor de R$ 12 mil e 4ª lugar um jogo de uniforme. A primeira colocada do concurso de Rainha do Peladão receberá R$ 10 mil.


Bombeiros celebram 20 anos de carreira e comemoram investimentos na instituição

Em 1988 um grupo de 198 jovens concluiu o Curso de Formação de Soldados Bombeiros Militares e realizou o sonho de fazer parte de uma das instituições mais respeitadas do país. Vinte anos depois, 174 formandos ainda estão em serviço, atuando em Cuiabá, Campo Verde, Barra do Garças, Rondonópolis, Tangará da Serra, Cáceres e Primavera do Leste. O grupo foi homenageado em um almoço comemorativo com o governador Pedro Taques, realizado na tarde desta quarta-feira (13.05) no Palácio Paiaguás.

Durante o encontro os colegas de turma relembraram histórias e comentaram sobre as transformações que viram acontecer na corporação durante esses 20 anos de trajetória. Um dos destaques apontados foi o substancial aumento de efetivo nos últimos três anos e os investimentos em qualificação e aperfeiçoamento do pessoal, iniciativas que impactam diretamente na qualidade do serviço prestado à população.

Atualmente, a Segurança Pública do Estado conta com 15 mil servidores, 3.500 foram empossados na atual gestão. Neste período o Corpo de Bombeiros recebeu um incremento de 450 militares em seu efetivo, além de novos equipamentos e viaturas, um grande avanço, considerando que de 2004 a 2014 somente 75 novos bombeiros foram incorporados.

A unidade de Campo Verde, por exemplo, teve seu efetivo ampliado de 13 para 35 bombeiros militares desde janeiro de 2015. “Éramos tão poucos que a gente brincava que era proibido adoecer, porque não tinha ninguém pra substituir em caso de falta. Com essas novas inclusões, nosso efetivo mais do que dobrou e agora a gente pode atender mais ocorrências, com maior qualidade e ainda fazer outras ações sociais, educacionais e instrutivas que antes não fazíamos por falta de pessoal”, contou o tenente José Marinho, que há 11 anos atua no município.

Os soldados também estão em clima de comemoração pela recente promoção de dois membros do grupo. Ao compartilhar esta alegria, a turma agradeceu ao governador pela manutenção e cumprimento da lei de carreira dos profissionais bombeiros militares, que regula as promoções. O secretário adjunto de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Arno Osny, que também foi um dos formandos da turma de 1988, lembrou ainda que o salário dos bombeiros mato-grossenses está entre os três maiores do país.

“A gente sabe que vários Estados tiveram retrocessos nessas leis de carreira, ou paralisando promoções ou aumentando o tempo de serviço pra promoção. Aqui, nessa gestão, aconteceu o contrário. Isso demonstra a valorização do profissional em Mato Grosso. Como resultado, temos profissionais motivados, contentes com o trabalho que vem sendo desenvolvido e quem ganha é a sociedade, com serviços de maior qualidade”, completou o secretário.

Além de toda a contribuição já prestada á sociedade cotidianamente, para marcar a data os amigos ainda se reuniram para realizar ações sociais. Uma campanha de doação de sangue, que já resultou em 415 bolsas doadas, e uma campanha de arrecadação de alimentos estão em andamento. No fim do mês os alimentos serão entregue a uma instituição filantrópica de apoio às crianças portadoras de necessidades especiais.

“É uma forma de devolver à sociedade um pouco do carinho que a corporação recebe e também um jeito de mostrar a nossa satisfação em sermos bombeiros do Estado de Mato Grosso”, afirmou o Tenente Amir de Souza, responsável pela organização das ações.

O Corpo de Bombeiros Militar possui atualmente 1.409 profissionais distribuídos em 18 unidades em todo o Estado. Até o final deste ano estão previstas as entregas de novos quartéis em Alto Araguaia, Confresa, Guarantã do Norte e Campo Novo do Parecis, ampliando ainda mais o alcance da instituição.


"Namorar é estar em amor" é a nova campanha da Pantys

Marca celebra o amor e a empatia no mês dos namorados

A primeira marca de calcinhas absorventes do Brasil uniu influenciadores e seus companheiros para celebrar e desmistificar o amor. Ao longo de oito pílulas de vídeos, Nataly Neri, Jonas Maria, Ana Arantes, Zyom, Cristiane Paladino, Raphael Mamberti, Pedro Ivo Brito e Maria Flavia Tidei, falam sobre o amor e seus diferentes significados.

 

A palavra "namorar" tem origem do "estar em amor", significado amplo, afinal, o amor é o sentimento mais humano e transformador do mundo. Porém, ao longo do tempo, esse termo vem sendo utilizado para denominar um único tipo de relacionamento. Pantys quebra os padrões novamente, mostrando que o amor não condena ou impõe nenhuma forma, muito pelo contrário, sua única diretriz é questionar os padrões, criando novas maneiras de se relacionar.

Ao longo dos vídeos, as diretoras de criação da marca, Giulia Barbero e Marina Zaguini, mostram que amor-próprio, liberdade, respeito e empatia são alguns pilares do estar em amor.

Durante a campanha, a marca afirma que, independente das maneiras, o importante é refletir e encontrar, em conjunto, a melhor forma de viver a máxima potência e pureza desse sentimento.

SOBRE PANTYS

A Pantys, marca pioneira que promete transformar definitivamente o comportamento feminino no Brasil, apresenta o conceito de calcinhas absorventes, em um mix de tecnologia, modernidade, design, saúde e sustentabilidade. Pensada por mulheres conscientes para um público que sabe o que quer.

Disponibilizamos quatro modelos de calcinha – tanga (R$75,00), biquíni (R$85,00), clássica (R$85,00) e hot pant (R$95,00) - os tamanhos das peças variam por fluxo de menstruação e vão do PP ao XXGG. Além disso, a marca oferece um kit maternidade ( com o primeiro sutiã de amamentação absorvente do mundo) em três cores: preto, nude e preto com nude, com valor especial de R$225,00

As peças estão disponíveis no e-commerce da marca www.pantys.com.br e também na pop upstore da Pantys na Rua Oscar Freire, n.924, São Paulo.


Bussiki homenageia líderes religiosos de Cuiabá

O vereador Marcelo Bussiki (PSB) homenageou nesta segunda-feira (11) líderes religiosos de Cuiabá pelo papel que desenvolvem em prol do resgate social e, por consequência, de uma cidade melhor.  A homenagem ocorreu durante uma sessão solene em celebração ao Dia Nacional do Pastor, comemorado no último dia 10.
 
Para o vereador Marcelo Bussiki, a homenagem é um importante reconhecimento dessas pessoas que se esquecem de si em prol do próximo e fazem um trabalho silencioso de disseminar a Palavra de Deus, auxiliar no fortalecimento das famílias, no resgate social e salvar vidas através da fé.
 
“Queremos homenagear e falar do papel social que os pastores e igrejas fazem, de resgate social e transformação na vida de cada um. Nossa missão é poder fazer o poder público olhar para as igrejas, além de homenagear cada um que está aqui. Se essa Casa fosse composta por todos que estão aqui sentados, seria uma Casa melhor”, disse o vereador.
 
Ao todo, 42 pastores, em nome de todos de Cuiabá, receberam uma Moção de Aplausos das mãos do vereador Bussiki, como um agradecimento por atenderem o chamado para realizar incansavelmente a obra de Deus com amor e generosidade.
 
Entre os homenageados está Rogério Rosseti Martins, pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, que agradeceu o reconhecimento e, principalmente, o trabalho prestado pelo vereador. 
 
“Nós sabemos da dificuldade que um homem de Deus, evangélico, assume em uma posição como esta. Foi Deus que te colocou aqui e nesse momento de luta, em que as pessoas enfrentam tanta dificuldade, nós estamos sendo representados por você e mostra a força do nosso Deus”, disse.
 
Também foi homenageado o pastor da Igreja Internacional da Graça de Deus, Carlos Roberto Soares, que destacou o papel desenvolvido pelas 39 igrejas existentes somente em Cuiabá.
 
“Somente como homens animados conquistaremos e avançaremos com a obra de Deus e tudo aquilo que precisa ser feito nessa cidade e Estado. Temos grandes conquistas a serem alcançadas e precisamos de pessoas animadas para trabalhar em favor do povo, que precisa de auxilio e ajuda. A Bíblia nos assegura que vai haver combate, mas haverá as vitórias, conquistas e a igreja de Deus avançará”, disse.
 
Foram homenageados pastores da Igreja Internacional da Graça de Deus, Templo da Fé Missões, Sara Nossa Terra, Igreja de Deus no Brasil, Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério de Perus e Igreja da Paz de Cuiabá.
 
Para dar seu testemunho sobre a transformação de Deus em sua vida, o obreiro Nivaldo Nunes, da Igreja Universal, contou sobre sua vida desde quando foi abandonado pela família em razão do vício em álcool e acabou sendo ajudado pela igreja e pelos seus pastores, que mostraram o caminho da retidão e salvação.
 
“Hoje sigo o caminho desses pastores e procuro imitá-los na sua ação e exemplo de vida. Nesse dia tão especialmente, que é Dia do Pastor, quero parabenizar e dizer a eles para seguirem em frente e fazer o que é certo: pregar a Palavra de Deus e dizer que existe um Deus muito grande que salva e cura e eu sou prova viva disso”, encerrou.
 
Também participaram do evento o pastor Oscemário Daltro, presidente do Conselho de Ministros Evangélicos de Mato Grosso (Comec), e o vereador Dilemário Alencar (Pros).

Em meio a Roland Garros, Lacoste apresenta óculos de sol em comemoração aos seus 85 anos

Em meio a Roland Garros, Lacoste apresenta óculos de sol em comemoração aos seus 85 anos

 

Em comemoração ao 85º aniversário da Lacoste, a marca reintroduz o elegante estilo de óculos de sol L.12.12 com um novo design e com detalhes sofisticados de piqué nos cantos da frente, o modelo L878S. A novidade veio a tempo de Roland Garros, torneio emblemático para a grife francesa que encerrou sua edição 2018 ontem, com vitória de Rafael Nadal e Simona Halep.

Os óculos contam com armação de acetato, lentes com completa proteção contra os raios UV e na parte interior das hastes há uma gravura especial com o símbolo de 85 anos da Lacoste.

O modelo L878S está disponível em quatro tonalidades, 214 Havana, 215 Tortoise (tartaruga), 218 Blonde Havana e 315 Striped Green e preço sugerido ao consumidor de 730 reais.

Confira abaixo os modelos na galeria de fotos

Sobre a Marchon: 

Fundada em Nova York, nos anos 80, a Marchon Eyewear Inc. é uma das maiores designers, fabricantes e distribuidoras de óculos de sol e de receituário de algumas das marcas mais renomadas e prestigiadas do mundo na área de moda e esporte, representando empresas como, Calvin Klein, Chloé, Diane Von Furstenberg, Dragon, Lacoste, Marchon NYC, Marni, Nautica, Nike, Nine West, Salvatore Ferragamo e Airlock.

Presente em mais de 100 países com mais de 86 mil pontos de venda e distribuição por meio de uma rede global de subsidiárias, a Marchon Eyewear Inc. conta com quatro centros de design, desenvolvimento e inovação, situados nos Estados Unidos, Itália, Hong Kong e Escandinávia, além de três fábricas localizadas na Itália, Japão e China.

No Brasil, a Marchon conta com aproximadamente 4 mil pontos de venda ativos, em sua maioria óticas, como Diniz, Óticas Visão, Grand Vision by Fotótica, Coliseu, e-commerces como Privália, Compre Óculos, Dafitti e também Duty Free.

SAC:
Telefone: (11) 4007-2298 
E-mail: sao@marchon.com.br


O Boticário traz diversas opções de presentes para o Dia dos Namorados

Os produtos da marca irão surpreender e encantar nessa data recheada de amor

Com o tempo cada vez mais escasso para dedicarmos ao que e a quem gostamos, não é difícil querer aproveitar cada segundo quando estamos com alguém especial do lado. Os tempos são outros, algumas crenças mudaram e aquela velha história de fazer joguinhos para conquistar o crush ficou ultrapassado. Bonito mesmo é olho no olho, é não ter medo de falar sobre sentimentos e demonstrar o amor de forma genuína. Por isso, nesse Dia dos Namorados O Boticário convida os casais a se abrirem para o amor e começarem a dizer mais ‘sim’ do que ‘não’.

Há um mix de presentes para todos os gostos e bolsos, que vão de R$29,90 até R$259,90. Entre as opções estão as linhas de sucesso em perfumaria feminina como Elysée, My Lily, Make B. Barroco Tropical, Make B.Euau de Parfum, Floratta in Gold,  Já os masculinos incluem o Zaad Vision, Cofee Man, Quasar Evolution, Malbec Sport e  o Malbec Gold.

Serviço:

Presente My Lily

Preço sugerido: R$ 199,00

  • EAU de Parfum, 75ml

Família Olfativa: Floral Verde

 

Presente Elysée

Preço sugerido: R$ 209,00

  • Eau De Parfum, 50 ml

Uma combinação de ingredientes nobres, marcada por notas florais e um fundo amadeirado.

 

Presente Make B Eau de Parfum

Preço sugerido: R$ 153,90

  • Um combinação marcante de notas florais com um sofisticado fundo amadeirado oriental Amadeirada

 

Presente Zaad Vision

Preço sugerido: R$ 209,90

  • Eau De Parfum, 95ml

O toque ousado de especiarias combinado com notas cítricas marcantes e fundo de âmbar

 

Presente Malbec Gold

Preço sugerido: R$ 159,90

  • Desodorante Colônia, 100ml
    Fragrância quente e intensa, com a exclusiva tecnologia Goldsense.

 

 

Presente Malbec Sport

Preço sugerido: R$ 139,90

  • Desodorante Colônia, 100ml
    Notas frescas de saída aliadas  ao amadeirado aromático.

 

Presente Quasar Evolution

Preço sugerido: R$ 99,90

  • Desodorante Colônia, 100ml

Uma combinação de notas frescas com um fundo amadeirado aromático

 

 

Presente Coffee Man

Preço sugerido: R$ 124,90

  • Desodorante Colônia, 100ml

Oriental ambarado

 

Presente Make B. Barroco Tropical

Preço sugerido: R$ 139,90

  • Desodorante Colônia, 70ml

Um contraste olfativo com  notas frutais e o seu fundo adocicado

 

Presente Floratta in Gold

 Preço sugerido: R$ 89,90

  • Desodorante Colônia, 75ml

Uma mistura floral e frutal  uma combinação aromática e elegante.


Túnel da rodoviária recebe intervenção artística

A Prefeitura de Cuiabá por meio do Conselho Municipal de Cultura, em parceria da Secretaria de Serviços Urbanos está restaurando o túnel da rodoviária com o projeto “Tchá Com Bolo Pra Cuiabá”, do artista Régis Gomes, selecionado edital do Fundo Municipal de Apoio e Estímulo à Cultura/2017, da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo.

A proposta era criar uma intervenção que fosse também um convite para quem chega à Rodoviária de Cuiabá, por meio da produção artística, ambientando-o ao dia a dia, reconhecendo sua relevância e sua ampla interação com a sociedade. Nas paredes, o local ganha um registro artístico precioso de um estilo de vida que ultrapassou tempos, para além da oralidade e da memória dos mais antigos, que agora terão contemplação pública.

Esta ação acontece com o intuito de democratizar o acesso aos bens culturais, devolvendo para a população um equipamento que respeita a importância da sua memória, como do altruísmo cultural, fazendo com que ela permaneça na memória coletiva entre a intrínseca relação da arte com o espaço público. 

Conforme o artista Regis Gomes, a proposta deste projeto veio ao encontro do seu desejo de dar oportunidade para alguns artistas que estão no anonimato, pessoas que já pintam a algum tempo e nunca tiveram a oportunidade de mostrar seu trabalho com essa proporção, como os artistas plásticos, Sued e Jofe que estão auxiliando a completar a homenagem.   

“Neste projeto chamado de´Tchá Com Bolo Pra Cuiabá', eu venho com a figura de uma senhora em primeiro plano. Ela está trabalhando fazendo o nossos bolinhos, que são tradicionais nas nossas festas de santo, não só de Cuiabá, mas de todo Mato Grosso. Essa mulher representa todas as mulheres, principalmente as antigas, que muito fizeram por essas festas, como a Festa de São Benedito. Em especial, a ’Dona Bem Bem´, que representa essas mulheres da baixada cuiabana e que deixou um legado dessa cultura. Quando a pessoa passar pelo túnel, vai poder observar o registro dessas festas tradicionais embaladas pelo rasqueado cuiabano”, afirma o artista plástico.

A intervenção artística também recebe a ação coordenada da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, com os trabalhos de jardinagem, iluminação e pintura. Dessa forma a arte também faz parte do programa Cidade Viva, que tem ocupado o cinza do concreto armado em estruturas coloridas, expandindo cada vez mais os aspectos culturais da rica história cuiabana, tornando a cidade um verdadeiro museu a céu aberto.


Reeducandas encontram no artesanato esperança para um futuro melhor

Existem dois tipos de pessoas: as que aproveitam as oportunidades para evoluir e as que ficam estagnadas diante das chances de mudanças. Ruth Cecília dos Santos, 40, reclusa há um ano, se encaixa no primeiro tipo. Disposta a interromper o círculo vicioso da criminalidade, ela entrou para o grupo de artesanato da unidade prisional de Nortelândia e encontrou na arte a esperança para um futuro melhor.                                                                                                                                

“Agora, eu sou artista e não apenas reeducanda, e isso me faz querer mudar de vida. Penso que lá fora a arte pode servir como distração e profissão para garantir minha renda”, acredita Ruth, que é uma das seis reeducandas da unidade que participam do projeto de ressocialização ‘Integra’ e no pequeno ateliê montado na unidade faz pinturas em telhas, em telas e aplicações em imagens sacras.

Quem também fica feliz em ver as internas descobrindo uma alternativa positiva de vida e empenhadas em transformar-se são os familiares, como conta a recuperanda Cleonice Beserra, 24 anos. “Eu pinto e estudo e isso deixa minha família contente, porque não estou aqui parada, estou evoluindo”, diz a jovem, reclusa há dois anos.

Cleonice e Ruth participam do projeto há um ano e a avaliação que fazem é que se sentem mais valorizadas, pois juntas às demais integrantes do projeto recebem elogios pelo trabalho. “As pessoas admiram nossos traços, as cores que usamos, a arte como um todo e isso mostra pra sociedade que é possível a gente fazer algo legal”, explica Cleonice.

O material produzido pelas recuperandas é exposto em eventos fora da unidade prisional, como em espaços públicos, feiras e exposições, como forma de divulgar a atividade e ajudar na ressocialização das reeducandas. A renda com a venda do artesanato é revertida na compra de mais materiais e uma parte vai para as alunas. A apresentação do artesanato é feita pelas próprias internas que são selecionadas para acompanhar a exposição junto de agentes penitenciários.

Competição do bem

Cleusa Maria Fardim é agente penitenciária, artesã e idealizadora do trabalho. Ela ministra aula de artesanato desde que entrou para o Sistema Penitenciário, em 2002, e está a frente desse trabalho em Nortelândia há quase três anos. A professora lembra que, assim que iniciou o projeto, o perfil das reeducandas era outro, pois não tinham muito expectativa de vida. Cleusa conta que agora, o comportamento delas é diferente, estão mais tranquilas, felizes e com a autoestima elevada.

“Isso se deve à arte, porque criar propicia transformação e por algumas horas elas ‘saem’ do ambiente em que estão e imergem no universo imaginário artístico”, acrescenta. 

Com essa nova fase de criação e entusiasmo das alunas veio também o espírito competitivo. Cleusa classifica esse momento como ‘competição do bem’, em que elas disputam entre si o melhor desenho, pintura, traço. “Elas não sabiam nada, mas foram adquirindo habilidades no curso e hoje são perfeccionistas, querem sempre fazer o melhor. Isso é positivo porque descobriram algo em que podem se destacar e ser parabenizadas por isso”.

A diretora da unidade Adriana Quinteiro destaca que o projeto de artesanato é um dos mais bem-sucedidos entre as mulheres custodiadas. Além de auxiliar na autoestima, ele ajuda ainda na disciplina e no companheirismo entre as recuperandas. Elas aprenderam um ofício, desenvolveram um espírito de liderança e ensinam as outras internas.

“É muito interessante ver que elas têm outra ideia de futuro. Querem ser artesãs profissionais, se sentem valorizadas e questionam muito se vale a pena continuar na vida do crime. Essa reflexão é gratificante para nós porque mostra que elas estão disposta a ter outra vida ao progredirem de regime”, finaliza Adriana.  


No Dia dos Namorados, Boticário apresenta os surpreendentes Egeo Red e Egeo Blue

Além dos novos produtos, a marca modernizada toda linha Egeo. As novas embalagens mantêm as icônicas latas colecionáveis em uma versão ainda mais bonita e atual

O que já era bom, ficou ainda melhor. Para celebrar a data mais romântica do calendário, O Boticário relança uma de suas marcas de perfumaria de maior sucesso e apresenta duas novas fragrâncias: Egeo Red e Egeo Blue. Sem rótulos de “masculina” ou “feminina”, elas trazem uma leitura moderna, jovem e divertida da perfumaria gourmand. As novidades já estão disponíveis nas lojas de todo país, com as revendedoras e no e-commerce (www.boticario.com.br).

Egeo é uma marca jovem, que convida as pessoas a se divertirem, curtirem todas as possibilidades. Por isso, criamos versões ainda mais modernas e surpreendentes para a perfumaria gourmand – uma tendência ainda muito forte no mundo todo e, sem dúvida, uma das preferidas entre os brasileiros”, explica o Gerente de Perfumaria do Boticário, Jean Bueno. “O resultado são duas novas fragrância surpreendentes e viciantes, para quem gosta de notas doces.”

Para a versão vermelha, O Boticário traz uma mistura inspirada no cheiro licoroso do rum, combinado com o doce das frutas e a sofisticação das flores. O exclusivo acorde Addiction Enhacer dá a personalidade única de Egeo Red, com tons de sensualidade e modernidade. “Um toque final de nuances gustativas e madeiras elegantes refinam essa criação e trazem robustez – uma assinatura inconfundível para quem busca uma fragrância intensa e marcante”, diz Bueno.

Egeo Blue traz uma mistura instigante de ingredientes, combinando notas de malte e madeira com ganache, cardamomo e baunilha. “O resultado é uma fragrância viciante, que você tem vontade de se aproximar, de cheirar. Chegamos a uma alquimia que desperta e provoca todos os sentidos, do olfato ao paladar”, diz Bueno.

O exclusivo acorde “Efeito 3D” se revela na combinação de três ingredientes de diferentes regiões do mundo. A nota do café da Abissínia traz uma nova faceta à fragrância, que remete à ganache de chocolate. Ela é combinada ao frescor do Cardamomo da Guatemala e a cremosidade da Vanilla de Madagascar, que dá volume e intensifica a sensualidade. “Com três tipos de extrações diferentes, o acorde resulta em uma combinação atraente, sensual e tridimensional – uma explosão de sabor, cheiro e sentidos.”

Latas e frascos muito mais modernos

Além das duas novas fragrâncias, a linha Egeo passa por uma grande reformulação. Os frascos continuam embalados pelas icônicas latas, que fazem parte da história do produto, só que agora ganham formato retangular. Colecionáveis, apresentam um design minimalista e cores únicas em cada fragrância, seguindo a tendência monocromática.

“O novo formato traz um design mais clean e moderno, que traduz perfeitamente as fragrâncias da família Egeo’’, explica Bueno. As fragrâncias mantêm a alta qualidade olfativa. Egeo Bomb for Her e Egeo Bomb for Him mudam apenas o nome: Egeo Bomb Purple e Egeo Bomb Black. “Tiramos o gênero das embalagens porque entendemos que o consumidor está em busca de um cheiro que lhe agrade, independentemente de ele ter sido concebido para homens ou mulheres”, explica o gerente. “Quem busca uma perfumaria quer escolher pelo cheiro, pela família olfativa, as notas e a combinação de ingrediente. Ou até mesmo pelas lembranças que aquele cheiro proporciona. Não pelo rótulo.”

Serviço:

Egeo Desodorante Colônia Red, 90ml

Preço: R$ 99,90

  • A fragrância traz o aroma licoroso do rum, com o doce das frutas e o colorido das flores
  • Família olfativa floriental amadeirado: combina nas notas de saída as nuances aditivas de frutas vermelhas, pimenta rosa, mandarina e pera, com o toque licoroso do acorde rum, contrastadas com florais sofisticados. As nuances gustativas e madeiras elegantes envelopam esta criação.

 

Egeo Red Desodorante Aerossol Antitranspirante, 75g

Preço: R$ 29,90

  • O desodorante tem toque seco e oferece proteção intensiva por até 48horas
  • Com a exclusiva fragrância de Egeo Red, combate os odores e o excesso de transpiração, além de promover a hidratação natural da pele.

 

Egeo Desodorante Colônia Blue, 90ml

Preço: R$ 99,90

  • Uma fragrância deliciosa e envolvente que torna inevitável a vontade de chegar mais perto.
  • Família olfativa Oriental Amadeirado:  traz nas notas de saída o cítrico da bergamota e do limão com o picante da pimenta preta, açafrão e gengibre. Somadas a elas, notas de malte e madeira, combinadas com ganache, cardamomo e baunilha, que tornam a fragrância ainda mais irresistível.

 

Egeo Blue Desodorante Aerossol Antitranspirante, 75g

Preço: R$ 29,90

  • O desodorante antitranspirante combate os odores e o excesso de transpiração e protege por até 48 horas.
  • Tem a mesma fragrância da colônia, para mantê-lo sempre irresistível.

Dia Nacional da Adoção tem sessão especial na Câmara de Cuiabá

O vereador Marcelo Bussiki (PSB) homenageou nesta sexta-feira (2505), em sessão solene em celebração ao Dia Nacional da Adoção algumas famílias que realizaram a chamada “adoção especial”, de crianças que possuem algum tipo de deficiência física, mental ou doenças genéticas, e também os pais que adotaram menores de diferentes idades em reconhecimento pelo ato de amor e generosidade.

 

Segundo o vereador Marcelo Bussiki, a homenagem é uma importante oportunidade de incentivo à adoção.  Em Mato Grosso, temos 76 crianças a espera de uma família e outras 19 em processo de adoção, esses dados estão no Cadastro Nacional de Adoção. “ Apresentei propostas e emendas parlamentar para a estruturação da Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), e no Plano Plurianual para criar um programa de incentivo à adoção fortalecendo as famílias que estão interessadas em adotar”, e vamos fazer uma grande divulgação para que todos reconheçam que adotar é um ato de amor”.

 

Para a juíza aposentada Selma Arruda, mãe de três filhos, a adoção tem várias nuances, é um ato de amor e proteção social. "Sou mãe adotiva e posso dizer isso a vocês: é um ato que temos medo de fazer, mas posso assegurar quando se toma uma decisão, Deus abençoa e fala ‘vai dar certo’. Adotar é resgatar um filho que Deus te deu e estava em outro lugar fisicamente”, e concluiu a adoção permite que as crianças sejam inseridas na sociedade de modo positivo. Isto porque as crianças que não são adotadas ficam vulneráveis, podendo ser “adotadas” por organizações criminosas, fato conhecido por ela, que foi magistrada titular da 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Na solenidade, estava acompanhada pelo seu marido Norberto Arruda e o filho Felipe Arruda.

 

Ao receber a homenagem, Luciano Nunes, assessor de gabinete da Corregedoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, e sua esposa Kelen da Silva Barcelos agradeceu, e destacou que não há diferença dos filhos biológicos e adotivos, o amor é o mesmo. Nós tentávamos ter filhos, e não vinham, e adotamos os irmãos Marcos Felipe Barcelos Nunes, de 11 anos e Vitor Gabriel Barcelos Nunes, de 10 anos e nos sentimos realizados. E dois anos depois, minha mulher engravidou e nasceu nossa filha Geovanna Barcelos Nunes, de 2 anos. "A adoção é uma experiência maravilhosa para darmos e recebermos amor, respeito e dedicação. Quero que eles tenham um futuro promissor, sejam honestos e cresçam unidos pelo carinho e educação que receberam".

"

Adotar o Marcos e o Vitor é poder dar uma família a eles, e com essa família ensinar valores, princípios, educação e segurança. Que anoiteça ou amanheça eles têm para onde voltarem e com quem contarem. E devemos lembrar que não tivemos a oportunidade de escolher, mas fomos escolhidos por eles mesmos, e essa escolha se comprovou quando eles me perguntaram o que eu achava de ser mãe e meu esposo Luciano, o pai deles. E naquele momento respondi: "Se era da vontade deles, que podiam sim me chamar de mãe”. Kelen, lembra que logo em seguida começou o questionamento de não possuírem o meu sobrenome no nome deles, e fomos atrás pra realizar esse desejo. Cada dia estava bem claro que eles queriam fazer parte da nossa família, encerrou emocionada.

 

Presentes no evento, o vereador Felipe Wellaton, Áurea Maria Abranches Soares, supervisora de Controle Externo do TCE-MT, Lindacir Rocha Bernadon, presidente do Conselho estadual da Criança e do Adolescente, Mônica Camolezi dos Santos Melo, secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social e Andréia Noite representante da Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara).

 

 

Denise Niederauer 

Assessoria


Thassia Naves foi surpreendida e pedida em casamento

Neste final de semana, a influencer Thassia Naves foi surpreendida e pedida em casamento com um anel da designer de joias Andrea Conti. O anel escolhido pelo noivo Artur Attie para o momento tão esperado foi um clássico solitário de ouro branco e brilhantes. A influencer disse ter sido pega de surpresa pelo pedida e se declara a noiva mais feliz dos últimos tempos.

 


Felipe Moreira dá dicas de make nude para noivas com a nova linha de Make B. do Boticário

Maquiador da marca mostra como deixar a noiva elegante com uma maquiagem mais leve e natural

A maquiagem é sempre uma das principais preocupações quando o assunto é casamento. As madrinhas, as mães e, principalmente as noivas buscam inúmeras referências para não errar na escolha do look. No mês que é conhecido por ser das delas, Felipe Moreira, que faz parte da equipe de maquiadores do Boticário, mostra como uma make mais leve e natural pode ser extremamente elegante e assertiva para o dia tão especial.

Para Felipe, investir nos mesmos tons da pele ou sobrepor com tons um pouco mais fortes é fundamental para ter um look clássico e o toque moderno fica por conta dos iluminadores.

Na modelo Helen Cristina, para dar profundidade aos olhos, sem no entanto ter uma sombra muito pesada, Felipe utilizou o tom marrom terroso, da Palete  Perfect 12 Rosé, para esfumar o canto externo da pálpebra e criar esse efeito. Também apostou no Pigmento para olhos Nude Shine para metalizar a sombra, aplicando do canto interno até a metade da pálpebra móvel.

grand finale fica por conta do batom cremoso Deep Nude, lançamento da linha, que se aproxima bastante do tom dos lábios da modelo, criando assim uma make elegante e sem excessos

Mas para quem gosta das makes mais vibrantes e quer investir no olhão, Felipe também traz sugestões.

Para compor o look da modelo Lissa Roselini o maquiador utilizou o tom acinzentado da Palete Perfect 12 Neutrals, criando uma base mais neutra para receber o pigmento. Com o pincel úmido, Felipe aplicou o pigmento Glow Taupe no centro da pálpebra móvel para criar um efeito pontual de iluminação.

Para finalizar Felipe investiu em esfumar a raiz dos cílios inferiores, proporcionando um efeito dark, que equilibrou com a escolha do batom mate Unique Nude, de tom mais claro e também lançamento da linha.

 

Serviço:

Make B. Base Líquida Mate Effect

Preço: R$ 69,90

  • Matifica em segundos;
  • Controla o Brilho;
  • Cobre imperfeições;
  • Resistente à agua e suor;
  • Contem vitamina E que previne o envelhecimento precoce.
  • Longa duração
  • Cobertura média

Make B. Palette de maquiagem Perfect 12

Preço: R$ 139,90

  • 12 tons de sombra superpigmentados e com longa duração;
  • Tons básicos e escuros;
  • Acabamentos matte e acetinados;
  • Pincel aplicador de cerdas com duas pontas, para aplicar e esfumar a sombra;

 

Make B. Trio de Contorno Facial

Preço: R$ 89,90 

  • 3 tons ideais para esculpir, bronzear e destacar o rosto
  • Textura macia 
  • Acabamento aveludado

 

Make B. Batom Cremoso Deep Nude

Preço: R$ 39,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito cremoso;
  • Longa Duração;
  • Hidratação 24h.

 

Make B. Batom Mate Nude Unique

Preço: R$ 44,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito mate;
  • Longa Duração;
  • Não resseca os lábios;

 

Make B. Lápis Labial Brown Brown

Preço: R$ 42,90

  • Traço preciso;
  • Textura Macia;
  • Alta pigmentação;
  • Ajuda na fixação do batom.

 

Make B. Pigmento para olhos

Preço: R$ 57,90

Cor: Nude Shine e Glow Taupe

  • Efeito metálico
  • Textura fina e altamente concentrada
  • Intensidade de cor

 

Flash Iluminador Make B. Color Adapt

Preço: R$ 71,90

  • Com difusores óticos, ilumina o rosto, ajuda a disfarçar as imperfeições e diminui o efeito fadiga.

 

Make B. Blush Compacto

Preço: R$ 74,90

Cor: Rose

  • Textura suave e toque aveludado que garante um ar saudável e natural

Make B. Solução para Sobrancelhas

Preço: R$ 54,90

  • Nova Fórmula com ativo pró volume para preencher as falhas deixando as sobrancelhas mais cheias em até 30 dias
  • Modela e mantém os fios no lugar certo    

 

Make B. Pó Compacto Matte

Preço: R$ 84, 90

  • Textura ultra fina.
  • Reduz o brilho e minimiza a aparência de imperfeições
  • FPS 15 UVA ++

Créditos:

Modelos: Helen Cristina e Lissa Roselini 

Fotografia: Petala Fotografia 

Cabelo: Guilherme Brum

Makeup: Felipe Moreira


Make Up No Make Up: O Boticário aposta na tendência da maquiagem sem excessos

Novos itens de Make B. redefinem o conceito de nude e ressaltam o aspecto natural dos diversos tons de pele e boca da brasileira

 

 Após estudar a fundo a pele brasileira, os experts de Make B., linha de maquiagem premium do Boticário, redefinem o conceito nude e apresentam 12 tons de base líquida e 7 novas cores de batom que ressaltam a beleza natural da mulher, mostrando que ela não precisa de olhão ou bocão para se sentir linda e poderosa.

Dando continuidade ao tema #NaoPrecisoMasQuero, os mais recentes lançamentos de Make B. seguem a tendência “Make Up No Make Up”, ou seja, a maquiagem para quem quer parecer estar sem maquiagem. Os itens possuem fórmulas elaboradas com alta tecnologia e muita inovação que tornam o cotidiano da mulher moderna mais versátil e sofisticado.

“O maior desejo da consumidora quando ela usa base líquida é uma pele sem brilho e sem oleosidade ao longo do dia. Por isso pesquisamos e desenvolvemos esta nova fórmula que atende perfeitamente essa necessidade. E para completar o look, novas cores de batons nude que valorizam a diversidade de tons da pele da mulher brasileira. ”, afirma Diego Costa, gerente da categoria de maquiagem do Boticário.  

A base de tudo

Um dos destaques é a Base Líquida Mate Effect, com 12 cores, que contém microesferas capazes de absorver a oleosidade, matificando a pele imediatamente a aplicação e controlando o brilho ao longo do dia. Resistente à água e ao suor, cobre as imperfeições, uniformiza o tom e reduz a aparência de poros e linhas de expressão sem craquelar. O resultado é uma pele impecável e protegida com Vitamina E, um potente antioxidante que previne o envelhecimento precoce.

Um nude para chamar de seu

O batom nude é item básico na hora de criar um visual natural e elegante, porém as cores e os acabamentos devem ser considerados na hora de escolher o que mais combina com cada tipo de pele. Por isso, Make B. desenvolveu 7 novos tons, com efeitos mate e cremoso, que se adaptam aos diversos tons brasileiros. Eles ainda possuem alta cobertura na primeira passada, longa duração e não ressecam os lábios.

 

Serviço

Make B. Base Líquida Mate Effect

Preço: R$ 69,90

Durabilidade e Controle do Brilho ao longo do dia com microesferas que absorvem a oleosidade

Benefícios:

  • Matifica em segundos;
  • Controla o Brilho;
  • Cobre imperfeições;
  • Resistente à agua e suor;
  • Contem vitamina E que previne o envelhecimento precoce.

Atributos:

  • Efeito Mate
  • Longa duração
  • Cobertura média

Disponível nos tons: Cacau, Chocolate, Amêndoa, Canela, Bege-escuro, Mel, Bege-médio 02, Bege-médio01, Bege-claro 02, bege claro 1, Bege-claro light e Nude 

7 novos tons de nudes, complementando o portfólio, tendo no total 12 cores de batons nudes em 2 acabamentos diferentes (cremoso e mate) para a melhor combinação de cada tipo de pele.

 

Make B. Batom Cremoso Deep Nude

Preço: R$ 39,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito cremoso;
  • Longa Duração;
  • Hidratação 24h.

 

Make B. Batom Cremoso Elegant Nude

Preço: R$ 39,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito cremoso;
  • Longa Duração;
  • Hidratação 24h.

Make B. Batom Cremoso Secret Nude

Preço: R$ 39,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito cremoso;
  • Longa Duração;
  • Hidratação 24h.

 

Make B. Batom Mate Nude Brown

Preço: R$ 44,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito mate;
  • Longa Duração;
  • Não resseca os lábios.

 

Make B. Batom Mate Nude Unique

Preço: R$ 44,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito mate;
  • Longa Duração;
  • Não resseca os lábios;

 

Make B. Batom Mate Nude Essential

Preço: R$ 44,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito mate;
  • Longa Duração;
  • Não resseca os lábios;

 

Make B. Batom Mate Nude Iconic

Preço: R$ 44,90

  • Alta cobertura;
  • Efeito mate;
  • Longa Duração;
  • Não resseca os lábios.

 


Neste fim de Semana Cuiabá conta com mais uma edição do " VEM PRA ARENA".

Neste fim de semana Cuiabá irá receber mais uma edição do "Vem Pra Arena", iniciando no dia 12, a partir das 22 horas na Arena Pantanal, trazendo uma banda do rock brasileiro Banda Ira !, já no domingo 13, o evento segue com feiras de artesanatos,feira economia criativa, gastronômico e talentos de Mato Grosso da musica que irão completar o evento. Com o Dia das Mães também no dia 13 o evento sera dedicado a todas as mães, iniciando com um teatro iniciando as 18:30 " O Conversa de Botas e Batidas", as 19h a cantora e compositora Karol Nunes entra ao palco, seguido de outra voz feminina a Estela Ceregati, as 21h  tem o Samba Brasilis com um ritmo bem brasileiro com seus clássicos.

Segundo o secretário de Estado de  Cultura Gilberto Nasser o objetivo do " Vem pra Arena" é que seja atraído uma quantidade grande de público para conhecer o entorno da arena, como o lazer, entretenimento e a cultura do estado principalmente,  fomentar o turismo, artesanato e gastronomia, gerando emprego e renda. ressaltando que esse projeto é um dos mais relevantes na gestão atual junto a Secretaria de Estado de Cultura. Vários artistas que já participaram do projeto são o Lenine, Vanessa da Mata, Vanguard, Frejat,Zeca Baleiro e Tulipa Raiz,além de varias atrações locais.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA ABAIXO:

SÁBADO 12/05

 PALCO ARENA

18h30 - Augusto Michel - Tangará da Serra (The Voice)
19h30 - Catireiros do Araguaia – Barra do Garças
20h30 - Slam de Tchapa e Cruz
20h40 - Grupo Folclórico Matutada - Campo Verde
21h30 - Mascarados de Poconé
22h - IRA!

PALCO PRAÇA

18h- Aulão de Zumba - SESC
19h- Urban 65
19h30 - Show “ Abriram-se as veias” - Paulo Monarco
20h20 - Banda Caximir, o Bando
21h - Erre Som

 DOMINGO 13/05 (Especial Dia das Mães)

18h30 - Conversa de Botas e Batidas / Cia. de Teatro Vostraz
19h- Lançamento do EP “Já é” - Karola Nunes
20h- Show “Ar” - Estela Ceregati
21h- Samba Brasilis

Intervenções Artísticas

1. Andarilhos das Estrelas / Tibanaré
2. Biblioteca Itinerante Estevão de Mendonça
3. Capoeira Vip
4. Clichês de Rua
5. Construção Viola de Cocho / Alcides Ribeiro
6. Inclusão Literária / Clovis Matos
7. Marionetes / Carlão dos Bonecos
8. Movimento Rota
9. Oficina de Pipas / Teatro em Cena
10. Oficinas Recreativas / SESC
11. Teatro Lambe Lambe / Caixas no Caminho

Entorno da Arena

1. Mundo Criativo
2. Feira Gastronômica
3. Feira de Artesanato

 


Dia das Mães O Boticário

Para comemorar o Dia das Mães e resgatar esses momentos especiais, O Boticário convida os filhos a retribuírem todo o carinho e aconchego recebidos da sua mãe, celebrando com presentes que traduzem essas histórias e que também farão parte da memória dela. Os destaques são Elysée Nuit, uma fragrância sofisticada e moderna que combina rosas damascenas colhidas antes do amanhecer, momento em que estão mais bonitas e perfumadas, com um toque adocicado de macarron, tradicional doce francês. E Glamour Just Shine, que traz notas de raros cristais de sal, remetendo à luminosidade e frescor da saída, contrastando com a delicada flor de magnólia, e incentiva às mulheres a brilharem onde e como quiserem. Os kits exclusivos são oferecidos em diversas faixas de preços que vão de R$ 49,90 até R$ 289,00. Além dos produtos, nécessaires e frasqueiras complementam os presentes. Os kits já estão disponíveis nas lojas O Boticário.


O Boticário resgata a magia do colo de mãe

O Boticário resgata a magia do colo de mãe

Nesse Dia das Mães a marca traz 15 opções de kits especiais como Elysée Nuit e Glamour Just Shine, que traduzem todo o aconchego e carinho do colo de mãe, garantindo muitas emoções

Colo de mãe é uma delícia, concorda? Ele vira o remédio para a primeira desilusão amorosa, o aconchego em dias difíceis, a comemoração pelo novo emprego e todos aqueles momentos especiais que, de alguma forma, ficarão guardados naquela caixinha mágica da memória. O tempo passa, as crianças crescem e por algum tempo esse colo já não é mais tão recorrente – pela falta de tempo ou mesmo pela falta de costume.

 

Para comemorar o Dia das Mães e resgatar esses momentos especiais, O Boticário convida os filhos a retribuírem todo o carinho e aconchego recebidos da sua mãe, celebrando com presentes que traduzem essas histórias e que também farão parte da memória dela.

 

As opções de kits, criados especialmente para a data, já estão disponíveis nas lojas de todo o Brasil e com as revendedoras O Boticário. Os destaques são Elysée Nuit, uma fragrância sofisticada e moderna que combina rosas damascenas colhidas antes do amanhecer, momento em que estão mais bonitas e perfumadas, com um toque adocicado de macarron, tradicional doce francês. E Glamour Just Shine, que traz notas de raros cristais de sal, remetendo à luminosidade  e frescor da saída, contrastando  com a delicada flor de magnólia, e incentiva às mulheres a brilharem onde e como quiserem. 

Os kits exclusivos são oferecidos em diversas faixas de preços que vão de R$ 49,90 até R$ 289,00. Além dos produtos, nécessaires e frasqueiras complementam os presentes.

 

Conheça as opções de kits de O Boticário para este Dia das Mães:

Estojo Elysée Nuit Mães 2018

Preço Sugerido: R$ 289,00

  • Elysée Nuit O Boticário Eau de Parfum, 50ml
  • Elysée Nuit O Boticário Creme Acetinado Hidratante Des. Corporal, 250g
  • Elysée Nuit O Boticário Elixir Perfumado para Cabelo, 50ml
  • Porta Joias

 Presente Glamour Just Shine Mães 2018


Preço Sugerido: R$ 139,90

  • Glamour Desodorante Colonia Just Shine, 75ml
  • Glamour Loção Hidratante Iluminador Desodorante, 200ml

 Presente Floratta Amor de Lavanda Mães 2018

 

Preço Sugerido: R$ 99,90

  • Floratta Amor de Lavanda Des. Colônia, 75ml
  • Floratta Amor de Lavanda Creme Hidratante Des. Corporal, 200g
  • Caixa de Presente

 

 

Presente Glamour Mães 2018

Preço Sugerido: R$ 189,90

  • Glamour Desodorante Colônia, 75ml
  • Glamour Myriad Desodorante Colônia, 75ml
  • Nécessaire
  • Caixa de Presente

  Presente Coffee Woman Seduction Mães 2018

Preço Sugerido: R$ 169,00

  • Deo Colônia Coffee Woman Seduction, 100ml
  • Desodorante Coffee Woman Seduction, 75g
  • Óleo Perfumado Desodorante Corporal, 150ml
  • Lápis Retrátil para Olhos Make B. Preto
  • Caixa de Presente

 

Presente Lily Mães 2018

Preço Sugerido: R$ 259,00

  • Lily Eau de Parfum, 75ml
  • Lady Lily Eau de Parfum, 75ml
  • Caixa de Presente

 Presente Anni Mães 2018

Preço Sugerido: R$ 99,90

  • Deo Colônia Anni, 100ml
  • Anni Loção Hidratante Corporal, 100ml
  • Batom Hidratante Cremoso Intense, 3,6g
  • Caixa de Presente

 

Presente Floratta Rose Mães 2018

 

Preço Sugerido: R$ 119,90

  • Floratta Rose Desodorante Colônia, 75ml
  • Floratta Rose Creme Hidratante Desodorante Corporal, 200g
  • Floratta Rose Shower Gel, 200ml
  • Caixa de Presente

  

Presente Accordes Mães 2018

 

Preço Sugerido: R$ 149,00

  • Accordes Deo Colônia, 80ml
  • Accordes Desodorante Antitranspirante Aerosol, 75g
  • Accordes Creme de Mãos, 50g
  • Caixa de Presente

 

Presente Crazy Feelings Mães 2018

Preço Sugerido: R$ 89,90

 Deo Colônia Crazy Feelings, 100ml

  • Necessaire

 

Presente Dream Jardim de Mistérios Mães 2018

 

Preço Sugerido: R$ 69,90

  • Dream Jardim de Mistérios Body Splash Desodorante, 200ml
  • 01 Dream Jardim de Mistérios Loção Hidratante Desodorante Corporal, 200ml
  • 01 Caixa de Presente

Presente NativaSPA  Mães 2018

Preço Sugerido: R$ 109,90

  • Nativa SPA Body Splash Baunilha de Madagascar Des. Colônia, 200ml
  • Nativa SPA Baunilha de Madagascar Loção Hidratante Des. Corporal, 200ml
  • Nativa SPA Baunilha de Madagascar Óleo Hidratante Des. Corporal, 250ml
  • 01 Caixa de Presente 

 

Presente Make B. Mães 2018

 

Preço Sugerido: R$ 199,00

  • Make B. Eau de Parfum, 30ml
  • Make B. Máscara 4 em 1, 9,5g
  • Make B. Delineador Líquido Caneta, 1,2ml
  • Nécessaire Pompom
  • Caixa de Presente

 

Presente Cuide-se Bem Mães 2018

 

Preço Sugerido: R$ 54,90

  • Cuide-se Bem Loção Hidratante Leite e Mel, 200ml
  • Cuide-se Bem Sabonete Líquido Leite e Mel, 150ml
  • Cuide-se Bem Creme de Mãos Leite e Mel, 50g
  • Caixa de Presente

 


Novo Glamour Just Shine traz cristais de sal e delicadas magnólias

Novidade do Boticário complementa a linha Glamour com um Floriental moderno com ingredientes inovadores da perfumaria mundial

 

Em uma combinação envolvente e delicada, o Boticário lança a fragrância Glamour Just Shine, que incentiva as mulheres a mostrarem todo o seu brilho quando e onde quiserem. O segredo de Glamour Just Shine está na escolha de dois ingredientes para lá de especiais: a Magnólia – uma das únicas flores brancas que irradiam seu aroma sob a luz do sol – e raros cristais de sal. O resultado é uma fragrância brilhante, com uma saída fresca, mas que ao longo do tempo explode em sensualidade. Glamour Just Shine  chegou às lojas, e-commerce (www.boticario.com.br) e revendedoras da marca em todo país.

Para chegar à fragrância, o Boticário contou com uma técnica avançada e exclusiva da casa de fragrância Firmenich, que captura o que há de mais refinado na natureza e reconstitui com perfeição o seu perfume da flor. Já o toque de inovação vai para a inesperada – e inédita – combinação da Magnólia com a flor de sal, que traz a luminosidade e brilho para Glamour Just Shine – brincando com o contraste entre o salgado e o floral da fragrância.

 “Os cristais dão o toque final à fragrância, realçando seu brilho e promovendo uma assinatura inconfundível. Fomos buscar na região de Guérande, costa oeste da França, a pureza e a beleza da Fleur de Sel e utiliza-la em uma leitura supermoderna de perfumaria gourmand”, explica o Gerente de Perfumaria do Boticário, Jean Bueno. “O segredo desse ingrediente é seu poder de criar um contraste único com as notas de saída mais delicadas, como pera caramelizada; bergamota e flor de pêssego, proporcionando uma agradável sensação de frescor”.

 A criação é assinada pelo renomado perfumista brasileiro, Adilson Rato.

Para complementar a perfumação, a fragrância chega acompanhada de um creme hidratante, que proporciona toque aveludado, absorção rápida e hidratação por até 48 horas.

SERVIÇO:

Glamour Just Shine Des. Colônia, 75 ml
Preço: R$ 129,90

A delicadeza da Magnólia e o brilho dos raros cristais do sal criam uma fragrância iluminada e cheia de sensualidade, da família olfativa Floriental Gourmand.

Loção Hidratante Desodorante Glamour Just Shine, 200 ml
Preço: R$ 49,90

Preço: R$ 49,90

  • Textura incrível
  • Hidrata e ilumina

 


Confira a "Exposição um Baú de Histórias" comemoração aos 299 anos de Cuiabá

Em comemoração aos 299 da Capital, foi aberta nesta quinta-feira (05), no Pantanal Shopping a “Exposição um Baú de Histórias”, resultado da parceria entre a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer com o Shopping Pantanal. A exposição pode ser visitada até o dia 29.  A mostra traz imagens e objetos, que retratam o cotidiano cuiabano nos séculos passados.

No local os visitantes vão encontrar imagens da Praça da República e da velha fachada da Catedral do Bom Jesus de Cuiabá da década de 20, a Avenida Getúlio Vargas da década de 50 e a vista panorâmica de Cuiabá de 1862. 

As imagens presentes na “Exposição um Baú de Histórias” pertencem aos lendários, Lázaro Papazian ou popularmente como era conhecido em Cuiabá “Chao” e de Eurípedes Andreato, que fazem parte do acervo do Misc – Museu da Imagem e do Som.

“Estou muito satisfeito com o resultado da exposição. Deste espaço lindo que o shopping nos cedeu, tendo em vista que o Misc passa por uma reforma, mas que será entregue a população em breve. Podemos assim homenagear Cuiabá pelo aniversário e, também dois grandes artistas que fizeram grandes registros da nossa cidade. Logo, estaremos disponibilizando o acervo completo deles com a reinauguração do Misc”, destacou Francisco Vuolo, secretário de Cultura, Esporte e Turismo.

A gerente de marketing do Pantanal Shopping, Ticiana Pessoa relatou que o Pantanal Shopping tem total interesse em manter parcerias com a Prefeitura de Cuiabá e colocou a disposição para novos projetos.

“Além de celebrarmos o aniversário da cidade, mostrando a linda Cuiabá antiga, provocando o sentimento de nostalgia, para parte do público, e para os mais jovens e quem é de fora, estamos criando um espaço cultural a mais para a cidade. Queremos também, estar inseridos nas festividades dos 300 Anos. Depois desta mostra, pretendemos realizar outros eventos que retratem passagens da cuiabania, durante o ano que antecede a chegada do tricentenário, para o shopping”, anseia a gerente.

Serviço

Exposição um Baú de Histórias

Quando: 05/04 a 29/04/2018

Onde: piso 2, antiga loja Gabrielinha

Visitação gratuita


O destemido balé das bailarinas cegas

Escola de balé para cegos ajuda a levar coragem para realizar um sonho de diversos alunos em São Paulo

El País

“Um, dois, três, pula, quatro. Olha o copo d’água na cabeça! Não deixem ele cair! Estica mais esta perna!”. Os comandos da professora de balé Fernanda Bianchini, 38, davam o tom dos passos finais para a apresentação de fim de ano da turma infantil da escola que leva seu nome, na Vila Mariana, em São Paulo. “Abaixa os ombros! Sorriso no rosto!”, repetia, ao som de uma animada música clássica. “Verônica, hoje à tarde virão os príncipes e as cinderelinhas. Vamos fazer o ensaio completo, tá?", disse Fernanda para Verônica Batista, 28. “Tudo bem”, respondeu a aluna e também professora na escola, enquanto se alongava antes do ensaio começar.

A apresentação final seria em dois dias. Depois disso, algumas turmas seriam suspensas para as férias, outras ainda teriam algumas poucas aulas antes do Natal. Logo após as crianças, começaria o ensaio das adultas, que encarariam uma série de repetidas apresentações de balé clássico, seguidas de sapateado. Muitas das alunas passariam aquele dia inteiro na escola.

As aulas de dança da turma de bailarinas de Verônica, todas na faixa dos 30 anos, é assistida por um aluno especial: Duke, um pastor alemão adulto. Passa horas no canto da sala, posicionado abaixo da barra, acompanhando com os olhos vidrados a cada rodopiada que sua dona, Marina Guimarães, 31, dá de costas para o espelho. Duke é um cão-guia e já está acostumado com o ambiente. “Vou tomar um café, Duke, você fica aqui?”, disse Marina ao cão, que levantou-se no mesmo instante e postou-se prontamente ao lado da bailarina, acompanhando-a até a pequena cozinha da escola. Marina, que é também funcionária pública, nasceu prematura e perdeu a visão quando teve sua retina queimada ainda na incubadora. Assim como ela, grande parte dos alunos da escola não enxerga nada ou quase nada.

Marina faz aulas de balé desde os 10 anos de idade, quando começou a aprender a dança na ONG Instituto de Cegos Padre Chico. Ali, ela conheceu Fernanda Bianchini, que fazia trabalho voluntário com a família na instituição. “Eu fazia balé desde os três anos de idade. Quando estava com 15, fui convidada pela ONG, onde eu já era voluntária, para dar aulas às crianças que eram assistidas pelo local”, conta Fernanda. Quando recebeu o convite, titubeou. “Achei que eu não conseguiria, nunca tinha dado aula antes, ainda mais para crianças tão especiais”.

A bailarina e professora, e hoje também fisioterapeuta, lembra que, na época, os pais lhe deram um conselho valioso. “Eles me disseram ‘filha, nunca diga nãopara um desafio, pois são sempre desses desafios que partem os maiores ensinamentos que temos nas nossas vidas”. Com isso em mente, Fernanda decidiu aceitar o convite. “Mas não foi simples”, lembra. “No primeiro dia de aula, fui ensinar o primeiro passo o echappé sauté, que a bailarina tem que saltar abrindo as pernas e saltar de novo fechando as pernas. E pra ficar mais fácil o processo de ensino e aprendizagem, eu disse a elas: imaginem que vocês estão saltando fora de um balde e depois dentro de um balde”, recorda-se a professora. “Aí, para a minha surpresa, uma aluna levantou a mão e disse ‘tia, mas o que é um balde? Eu nunca vi”. Neste momento, Fernanda percebeu que tinha que primeiro entrar no universo dos deficientes visuais, para só então apresentar o seu mundo, do balé clássico, para eles.

A bailarina Marina Guimarães e o cão Duke.
A bailarina Marina Guimarães e o cão Duke. TONI PIRES
 

Deste pensamento nasceu a metodologia que ela desenvolveu para ensinar suas alunas cegas a dançar balé. As aulas são todas por contato físico: as alunas tocam o corpo dos professores para entenderem em qual posição estão. “Os saltos são iniciados com elas deitadas, com as pernas para cima”, explica Fernanda, que foi fazer pós-graduação em equilíbrio e postura.

Das aulas na ONG, Fernanda abriu sua própria escola, em 1995. Hoje, 350 alunos aprendem balé, sapateado, dança do ventre e teatro. A maioria, assim como Marina Guimarães, a dona de Duke, portadores de deficiência visual completa ou parcial. As aulas são gratuitas e por isso, a escola, que também recebe deficientes físicos, auditivos e intelectuais, é mantida por doações de empresas e pessoas que acreditam no projeto. "Temos mais de 100 pessoas na nossa lista de espera", orgulha-se Fernanda. “As pessoas não percebem que a deficiência pode entrar na vida de qualquer um a qualquer momento”.

"Olhei para o portão e disse: eu vou"

Verônica, a aluna e professora mencionada no início desta reportagem, é um desses exemplos de pessoas que foram pegas de surpresa. Aos nove anos, começou a sentir fortes dores de cabeça. A família a levou ao médico, mas não houve nenhum diagnóstico. Passaram-se meses de dor até que ela fosse parar no hospital já sem enxergar nada. Estava com um tumor na cabeça, que, mesmo após a cirurgia de remoção, levou consigo toda a sua visão. Pouco tempo depois, Verônica recuperaria 5% do que perdera e assim ela permanece até hoje.

Na época em que perdeu a visão, Verônica se recorda que as demais crianças não queriam mais brincar com ela. “Elas tinham medo de ficar cegas também”, diz. A escola, ela conta, quase lhe foi tirada também. “Minha avó era quem tinha de me levar e buscar todos os dias, mas ela foi ficando cada vez mais cansada”, conta ela, que perdera a mãe muito cedo e fora criada pela avó. “Até que ela me disse que não me levaria mais”. Aquele seria, de fato, o primeiro grande desafio de Verônica. “Eu podia ficar em casa para sempre, ou encarar meu medo”, diz. “Então eu disse à minha avó que ia sozinha. Comecei a descer as escadas de casa na esperança de que ela estivesse atrás de mim, mas ela não estava. Me lembro de chegar lá fora, olhar para o portão e dizer ‘eu vou”. Chegando na escola, a primeira coisa que Verônica fez foi ligar para a avó e contar onde conseguira chegar. Depois disso, seus passos ficaram cada vez mais largos.

Frequentar as aulas de balé seria seu segundo grande desafio. “Eu não tinha apoio da minha família, mas tinha a vontade de dançar”, conta. Sozinha, ligou na escola de balé de Fernanda, perguntou sobre um ponto de referência, pegou o ônibus e foi. Chegando no ponto, pediu ajuda a um taxista que, por conhecer o bairro, sabia onde era o local. “Ele me deixou na porta da escola. E eu nunca mais parei”. Hoje, Verônica é aluna e professora de balé e dá aulas de braile também.

"O balé me levou à Paralimpíada"

Marina Guimarães, além do apoio de Duke, também conta com sua família. "Eles sempre me apoiaram. Mas quando eu era criança, fazia natação também e meus pais diziam que com a natação eu poderia ir para a paralimpíada", lembra ela. Mesmo assim, decidiu deixar a piscina e se dedicar somente aos palcos. O que ela e nem sua família esperavam é que o balé, este sim, lhe levaria aos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012. "Fizemos a apresentação de encerramento dos jogos", conta. "Foi super difícil, porque a música tinha um delay e ouvíamos no fone de ouvido em um tempo, e fora do fone, em outro. Não podíamos usar os dois fones, pois tínhamos de escutar também os professores, que ficam na coxia, nos dando as orientações", lembra ela. No final, deu tudo certo. "Acabei, enfim, indo às paralimpíadas. Acho que de alguma maneira era para eu estar lá".

Chegar na escola de balé de Fernanda Bianchini é entrar em um outro universo. Principalmente se não estiver acostumado a conviver com um dos 6,5 milhões de brasileiros que têm alguma deficiência visual. Na entrada, a equipe que trabalha na escola logo aconselhou a reportagem: "se vocês vão tirar foto, fiquem no canto direito da sala, porque as alunas podem esbarrar nos equipamentos e derrubar sem querer". Dá medo mesmo. Mas não é pelos equipamentos que podem cair. É de não saber usar os termos corretos, de sentar ou parar em algum lugar que é passagem das alunas, de brincar com o cão Duke enquanto ele está em horário de trabalho. Parece que ali todo mundo tem algum tipo de medo. Só as bailarinas que não têm.


Airto Moreira, o músico que o mundo venera e o Brasil pouco conhece

O percussionista que tocou ao lado de Miles Davis e fez carreira no exterior volta ao Brasile

El País

Há meio século, Airto Guimorvan Moreira (Itaiópolis, 1941) desembarcava no aeroporto JFK de Nova York sem uma ideia exata do que seria de sua vida. “Só sabia que queria tocar, fazer música, e Nova York parecia ser o local adequado para isso”. Não se enganou.

Quem visita o site do artista se surpreende com a foto de um jovem Airto de gravata borboleta e paletó, recebendo o primeiro prêmio de um concurso para cantores principiantes. “Meu primeiro “trabalho” foi de cantor. Canto desde os 5 anos. Não havia festa de aniversário em que minha mãe não anunciasse: “e agora meu filho vai cantar para vocês...” e eu cantava qualquer coisa, apesar de me aborrecer, mas sabia o que me esperava em casa se não o fizesse. O que eu gostava era de tocar, o que fosse, não me importava. Pegava um instrumento e começava a tocar sem saber muito bem o que fazia”.

Com 17 anos, Airto viajou a São Paulo para tentar a sorte. “Andei pelas boates procurando trabalho, mas naquela época os empresários só queriam cantoras, de modo que comecei a levar a sério isso de tocar um instrumento. Escolhi a bateria”.

Passar da bateria à percussão foi algo natural para Airto. “Não sei como aconteceu, simplesmente comecei a tocar percussão... e até hoje. Eu não planejo as coisas, as coisas me acontecem...”. A vida e o contato com outros percussionistas, afirma, lhe ensinaram tudo o que precisava saber sobre o instrumento. “Existe algo que caracteriza os percussionistas, e é que influenciamos uns aos outros de uma forma, digamos, natural. Por exemplo, em Nova York, muitos iam me ver e viam que eu tocava instrumentos que não eram comuns, e me perguntavam, “Escuta Airto, o que é isso?”. Em pouco tempo eles estavam tocando o mesmo instrumento. Mas eu fiz a mesma coisa com Naná Vasconcelos. A primeira vez que o vi tocando berimbau não entendi absolutamente nada e, no fim das contas, acabei tocando-o também”.

De Nova York ao Rio de Janeiro e de volta. A carreira improvável de Airto o afastaria das turbulências musicais do Brasil dos anos 60 – Tropicália e derivados – para aproximá-lo da trepidante cena jazzística nova-iorquina. “Eu não sabia o que era o jazz aqui no Brasil, pensava que o conhecia, mas não... por isso fui aos Estados Unidos, para inteirar-me”.

Foi através do saxofonista Cannonball Adderley que o nome de Airto Moreira chegou aos ouvidos de Miles Davis. E foi por ele que “o brasileiro”, como era conhecido nos ambientes musicais de Nova York, pôde participar das seminais sessões de gravação que deram origem ao álbum “Bitches Brew”. Em sua autobiografia, o trompetista lembra dos problemas de adaptação do recém-chegado, que imaginava “intimidado” por sua presença: “claro que estava intimidado, mas não por Miles e sim pela música, por ser tão “natural”, o que a fazia muito difícil de assimilar. E eu estava ali, no meio, tentando responder a toda aquela energia em um nível de igualdade com músicos que tocavam juntos por metade da vida... não havia lugar para mim. O que fiz? Comecei a tocar muito, mas muito forte. Até que, um dia, Miles se aproximou e me disse: “não precisa tocar tão forte, simplesmente...toque”. Fiquei totalmente desconcertado: o que ele queria dizer com isso? Porque Miles falava pouco, mas quando o fazia, sua palavra era lei. E tinha razão: eu estava acabando com minhas mãos sem outro propósito além de me destacar entre tudo aquilo, o que não fazia o menor sentido. Então comecei a tocar como se estivesse com medo, você sabe, esse “cha-chá” suave que acompanha um cantor sem voz, esse tipo de coisa... então alguns dias depois Miles veio conversar de novo. “Escute bem, tudo o que você precisa fazer é isso mesmo, escutar e tocar. Só isso”. Essa foi a melhor lição que recebi dele. A partir desse momento, comecei a ouvir a música, a ouvi-la de verdade... porque a música é como um filme, você precisa vê-lo em seu conjunto, os personagens, o enredo e, a partir daí, desenvolver seu papel”.

O EL PAÍS preparou uma playlist no Spotify que perpassa alguns dos principais momentos da carreira do percussionista. A lista começa com sua passagem, ainda no início da carreira, pelo grupo Quarteto Novo; passa pelo seu trabalho solo em discos antigos e recentes, como o novo lançamento Aluê; e termina com sua contribuição ao disco Bitches Brew, de Miles Davis.

De Miles a Chick Corea (Return to Forever), Joe Zawinul (Weather Report), Mickey Hart (Grateful Dead)... dois anos e meio após sua apresentação à sociedade, o percussionista e cantor estava construindo um caminho inédito de renovação para o jazz; caminho que muitos outros seguiriam... “tudo vem de minha ideia do que é um percussionista. Advogo por uma percussão natural. Eu me interesso pelo som, as cores... para mim, o percussionista é um pintor que se move entre os instrumentos de acordo com a música. É a cola que une e dá coesão ao conjunto. Não se trata de impor-se, mas de compartilhar. Não incomodar, mas inspirar”.

Vivendo nos Estados Unidos há mais de meio século, Airto Moreira não pisava em solo brasileiro “há alguns anos”, esclarece, mas sem esclarecer muita coisa. E ainda assim. A relativa frieza com que a visita do filho pródigo foi recebida pela imprensa, não pelo público, mostra um fato indiscutível: o músico brasileiro mais influente fora do país desde Carmen Miranda, João Gilberto e Tom Jobim, está longe de ser profeta em sua terra. “Reconheço que não estou por dentro da atualidade brasileira, mas não é algo que me preocupe muito, porque estou imbuído do espírito do Brasil e sei que tudo o que vier de um país com semelhante patrimônio musical, será bom”.

Sentado em um canto do palco, rodeado por um fascinante arsenal de Objetos Musicais não Identificados, incluindo um jogo de chinelos usados, Airto se apodera da audiência que veio escutá-lo em sua única apresentação carioca, na sala Blue Note Rio. O furacão desatado pelo mais do que septuagenário artista e seu quinteto – o mesmo que o acompanha no último disco, o primeiro gravado no Brasil pelo artista, com as contribuições do guitarrista José Neto e a filha do maestro, Diana Moreira, cantando – acaba com qualquer reticência que pudéssemos ter sobre sua forma. Sua mensagem é iluminadora, vibrante, luminosa... o que essa cidade bela e caótica precisa.


Paulo Henrique Ganso faz festa de aniversário para o filho

Paulo Henrique Ganso celebra o aniversário de um aninho de Henrico em uma mini fazendinha

O jogador de futebol Paulo Henrique Ganso comemorou em grande estilo o primeiro aniversário de seu filho, Henrico. A celebração teve o tema da Galinha Pintadinha e aconteceu na Casa Petra, em São Paulo.

A festa contou com uma mini fazenda para a diversão das crianças com direito a pôneis. Além disso, teve cama elástica e piscina de bolinhas.


César Filho e os filhos prestigiam esculturas inspiradas em Elaine Mickely

A exposição “Musas Esculturais da Primavera”, do artista Roberto Camasmie, reuniu esculturas com faces femininas envolvidas por flores

O artista plástico Roberto Camasmie comemorou seus 50 anos de carreira com a exposição “Musas Esculturais da Primavera”. A mostra acontece no Espaço Roberto Camasmie, em São Paulo, e conta com 17 peças exclusivas com faces femininas envoltas por flores. 

Uma das musas que inspirou o artista foi a atriz Elaine Mickely. O marido e apresentadorCésar Filho levou os filhos, Luma e Luigi, para prestigiar a amada. Daniela Albuquerque eEllen Rocche também foram homenageadas.

Outra estrela que esteve no local para visitar a exposição foi a cantora Roberta Miranda, que chegou até a dar uma "palhinha" no violino. 


Luana Piovani posa amamentando o filho e fala sobre 'enclausuramento' domiciliar pós parto

A atriz comentou sobre a importância do aleitamento materno e o período de reclusão dentro de casa

Luana Piovani posou amamentando Bem -- um dos filhos gêmeos recém-nascidos -- nesta quarta-feira, 23, e falou sobre a importância do aleitamento materno.

"Amamente! Ato de amor. Amamentar é preciso. Amor de mãe. Bemzuco. Bom dia! Bem vinda, primavera", escreveu a atriz em sua conta no Instagram.

A mulher de Pedro Scooby também mostrou seu look do dia e falou sobre o período em que está reclusa dentro de casa cuidando dos filhos. "Olha aí o modelito de hoje. 'Bunitim', vai. Não dá pra ficar maltrapilha, cheirando azedo, além de estar exausta. Um bom corretivo, protetor de lábios, uma roupinha digna, colorida faz desse enclausuramento um filme. Gratidão. A família está completa. Vida filme", contou ela. 


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.